PRF e PRE registram mais de 270 acidentes na Operação Tiradentes

29 de abril de 2016

Região teve poucas ocorrências; mais grave foi além da divisa com SC

 

apykttjsceyzdv9ec2pvv-8nutiurnqcgwdgy7zfsojr-lg-1d2d5ddfFoto: Divulgação PRF

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) do Paraná divulgaram o balanço das ações realizadas nas rodovias que cortam o Estado durante o feriado prolongado. Na Operação Tiradentes, foram registrados 134 acidentes, 133 feridos, 2.040 autuações e nove mortes nas rodovias estaduais. Nas rodovias federais, foram 140 acidentes, 153 feridos, 744 autuações de ultrapassagem indevida, 103 flagrantes de embriaguez ao volante e 11 mortes.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, houve queda no número de acidentes nas rodovias federais. Segundo a PRF, ao menos em parte, a redução do número de acidentes está relacionada à implantação do registro de ocorrências sem vítimas pela internet, em vigor desde junho do ano passado. Esse serviço permite o registro em até 60 dias, diretamente pelos envolvidos nos acidentes. Nas estaduais, houve menos mortes, mas mais acidentes. “Este ano o fluxo de veículos foi menos intenso que no ano passado, porém percebemos que, mesmo com as ações de conscientização feitas pelo batalhão, alguns motoristas continuam sendo imprudentes”, disse porta-voz do BPRv, capitão Cristiano Carrijo Gonçalves Mota. “O número de mortes caiu, mas infelizmente o de acidentes aumentou. Ainda falta responsabilidade por parte dos motoristas.”

Na região, a ocorrência mais grave foi uma colisão na BR 277, próximo à Colônia Witmarsum, em Palmeira. Em um dos carros havia seis pessoas, e no outro havia mais duas. Todos ficaram feridos. Fora do Estado, mas ainda próximo a São Mateus, uma tragédia aconteceu na BR 280, entre Canoinhas e Irineópolis (SC). Cinco pessoas que ocupavam o mesmo veículo morreram após o carro ser atingido por um caminhão desgovernado.

Comentários