Motoristas embriagados dão trabalho para a Polícia Rodoviária no feriado de Páscoa

01 de abril de 2016

Apesar dos registros preocupantes, número de mortes nas estradas reduziu na comparação com o mesmo período do ano passado

 

IMG_0611Foto: ANPr

 

A Polícia Rodoviária Estadual e a Polícia Rodoviária Federal intensificaram as ações no feriado prolongado de Páscoa, que foi de quinta-feira (24) a domingo (27), marcado pelo aumento do movimento nas estradas. Nas operações nas rodovias estaduais e federais no Paraná, os números foram semelhantes — A PRE contabilizou 114 acidentes e a PRF atendeu a 128 situações. Mas houve contrastes: Enquanto o número de mortes por acidentes de trânsito caiu na comparação com o mesmo período do ano passado, houve aumento significativo de motoristas flagrados sob efeito de álcool.

Foram 14 óbitos nas rodovias que cruzam o Estado no feriado, nove registrados pela PRF e cinco pela PRE. O número de feridos foi de 131 e 92, respectivamente. Em relação aos motoristas embriagados, as piores situações foram constatadas nas rodovias federais: 105 registros. Dois dos acidentes com mortes, inclusive, estão atribuídos à ingestão de álcool pelo condutor, porém, nenhum na região. Nas rodovias estaduais, houve 19 notificações e 12 prisões por embriaguez ao volante.

Para a Operação Páscoa, o Batalhão da Polícia Rodoviária do Paraná intensificou as ações por meio das seis companhias da unidade que aplicaram todo o efetivo, incluindo os policiais militares do serviço administrativo, no reforço de policiamento e na fiscalização aos condutores para evitar acidentes e o cometimento de crimes de trânsito. A ação da Polícia Rodoviária Federal, por sua vez, foi intitulada Operação Semana Santa.

Comentários