Manifestantes interditam PR 364 pedindo manutenção de trechos críticos

22 de janeiro de 2015

Situação precária de rodovia que espera para ser pavimentada vem gerando acidentes e transtornos; protesto gerou ação da Prefeitura e presença do DER

815protestocapa

Um bloqueio interrompeu o tráfego na PR 364, rodovia não pavimentada que liga São Mateus do Sul a Irati, no dia 7 de janeiro. O fechamento da via foi resultado de um protesto que pedia por manutenção nos trechos críticos da estrada, que vêm gerando acidentes e diversos transtornos.

O protesto iniciou às 11h com bloqueio total da rodovia, com uso de tratores, em um dos dois trechos considerados mais precários, na região de Paiol Grande, e durou cerca de três horas. Muitos dos veículos parados, que utilizam constantemente a estrada, entenderam a causa e apoiaram a manifestação, por conhecer a situação da rodovia.

A motivação do protesto foi, segundo os manifestantes, o não atendimento de pedidos feitos ao Departamento de Estradas e Rodagem (DER), para manutenção urgente dos trechos críticos. A alegação seria a contenção de despesas do governo do Estado, que inclusive teria ocasionado falta de combustível nos veículos do Departamento. “Já perdemos a conta do número de acidentes que ocorreram nesses locais. Inclusive existem muitos vídeos mostrando os serviços de retirada dos veículos acidentados com tratores dos moradores vizinhos”, conta Cristiano Riske, que mora a cerca de cem metros do local do bloqueio.

A Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Estadual foram acionadas para prevenir qualquer problema, e o município, solicitado pela população local, acionou máquinas e materiais para a manutenção do trecho bloqueado. Já no fim dos serviços do primeiro trecho, equipamentos do DER chegaram ao local e deram continuidade à ação, intervindo no segundo trecho exigido para o fim do bloqueio.

Questionado pelo jornal ACONTECEU sobre a manutenção da PR 364 via ouvidoria, o DER enviou uma nota, assinada pelo engenheiro Gilberto Pereira Loyola, da Superintendência Regional Leste, informando que o setor aguarda a abertura do orçamento 2015. “As motoniveladoras deste Departamento estão trabalhando no referido trecho e aguardamos a liberação do contrato dos materiais de revestimento primário, que se encontram licitadas”. A nota ainda traz um “puxão de orelha”: “Se os usuários das estradas não pavimentadas não trafegassem nos dias de chuva com seus caminhões pesados, o tempo de vida útil da conservação da referida estrada seria muito maior, evitando assim a formação de atoleiros e pontos críticos devido a esse tráfego extremamente pesado”.

A pavimentação da PR 364 segue indefinida. O prazo para entrega do projeto executivo está findando, mas não há perspectivas de quando a obra sairá do papel.

Fotos: jornal ACONTECEU

DSC_0645

DSC_0652

Bloqueio só teve fim quando DER apareceu e deu continuidade aos serviços iniciados pela Prefeitura

Comentários