Descida íngreme e sem sinalização prejudica motoristas

22 de agosto de 2014

Frequência com que caminhões enroscam no cruzamento da Luciano Stencel com Ozy Mendonça de Lima alerta para necessidade de alguma providência

797caminhão enroscado

A esquina do rua Luciano Stencel com a avenida Ozy Mendonça de Lima, próximo à ponte sobre o rio Iguaçu, parece uma pegadinha para caminhoneiros, não fosse o fato de o transtorno ocasionado não ter nenhuma graça. Quem desce pela Luciano Stencel para tomar a rodovia, com um veículo muito longo, corre o risco de enroscar a traseira, devido à diferença de nível no cruzamento.

Bastante íngreme, a Luciano Stencel — rua que passa lateralmente pelo Hospital e Maternidade Doutor Paulo Fortes — não possui sinalização no início da quadra, para quem desce sentido rodovia. Os desavisados que fazem o trajeto com um caminhão muito longo, quase sempre, acabam presos no cruzamento. “Não foram poucas as vezes que presenciei essa situação. Após 20 anos trabalhando próximo ao local, posso dizer que vejo um incidente deste por mês”, conta o comerciante Igor Kuczera. “E aí vem todo o transtorno. Precisa vir guincho, o trânsito para. Já ocorreram até acidentes”, revela.

Com as mudanças que devem ocorrer futuramente no trânsito são-mateuense, conforme já anunciado pela Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito, o local em questão poderia receber alguma atenção.

Foto: Igor Kuczera

Errata: O cruzamento citado foi descrito inicialmente como sendo entre as ruas Luciano Stencel e Evaldo Gaensly, equívoco que foi corrido na versão online, mas permanece na versão impressa até a publicação desta errata na próxima edição. Na realidade, trata-se de Luciano Stencel com Ozy Mendonça de Lima. 

Comentários