Família procura por jovem desaparecido

10 de outubro de 2014

São-mateuense de 25 anos trabalhava em Londrina, e há mais de 3 meses não dá notícias

A família de Diego da Silva, de 25 anos, vive um momento delicado, com o desaparecimento do rapaz. Há pouco mais de dois anos, o jovem trabalhava em Londrina e com frequência visitava os familiares em São Mateus do Sul, além de fazer contato telefônico, mas há mais de três meses não se tem mais notícias dele.

De acordo com a mãe do rapaz, Vera Lúcia da Silva, o último contato com filho se deu no dia 25 de junho, quando ele esteve em São Mateus para o aniversário do avô. Desde então, não entrou mais em contato e as ligações para o seu celular não têm sucesso. “Começamos a estranhar o fato de ele não ligar, pois é muito apegado ao avô, e sempre busca notícias sobre a saúde dele. Mas seu telefone também estar sempre desligado passou a nos preocupar”, conta, aflita.

O boletim de ocorrência dando conta do desaparecimento de Diego foi feito no dia 11 de setembro. Com o único contato que a família tem de uma pessoa próxima a ele, na empresa que trabalhava, nenhuma informação também foi obtida, apenas que ele deixou de trabalhar e não deu mais notícias. Diego trabalhava como piloto na cidade de Londrina. Neste final de semana, familiares vão para lá em busca de informações sobre o seu paradeiro. Qualquer informação é bem-vinda.

Foto: Arquivo pessoal/família

rapaz-desaparecido

Comentários