Assaltos a banco assolam região

07 de novembro de 2014

No sábado, polícia frustrou ação de quadrilha em agência de Três Barras (SC); 3 dias depois, homens armados fizeram reféns em banco de Bituruna

Em uma mesma semana, agências bancárias de duas cidades das redondezas, conhecidas pela tranquilidade e baixo índice de criminalidade, foram alvo de bandidos em grandes ações criminosas. No sábado (1º), a Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil de Canoinhas e a Polícia Militar conseguiram evitar a explosão de um caixa eletrônico de uma agência bancária em Três Barras (SC). Já na terça-feira (4), assaltantes armados invadiram uma agência de Bituruna (PR), a luz do dia, fazendo mais de 20 reféns.

Três Barras

10380533_784542451606656_2013573798365018710_o

A tentativa frustrada de explodir os caixas eletrônicos da agência do Itaú, na vizinha cidade catarinense, resultou na morte de três criminosos, dois feridos e três presos. De acordo com a polícia, a operação começou no mês de junho, após assaltos a casas de empresários na região. A Polícia Civil de Canoinhas descobriu que havia um informante de Três Barras que se comunicava com a quadrilha, de Curitiba, e passou a monitorar o suspeito, até que descobriu que um novo assalto ocorreria na cidade.

Pelo menos 20 policiais participavam da ação, monitorando a agência desde o dia anterior, e surpreenderam os bandidos, que chegaram pouco depois das 2h. Após entrarem na agência e posicionarem explosivos em dois caixas eletrônicos, os policiais fizeram a abordagem. Os bandidos teriam respondido com tiros, momento em que se iniciou o confronto.

Com o grupo, foram apreendidos quatro pistolas, explosivos e um colete balístico. Os suspeitos de integrar a quadrilha vão responder por tentativa de furto qualificado, arrombamento, associação criminosa, tentativa de homicídio contra os policiais e pelos dois roubos a residências que vinham sendo investigados.

Bituruna

No início da tarde desta terça-feira, um bando fortemente armado com fuzis rendeu clientes e funcionários de uma agência do Banco do Brasil, em Bituruna, mantendo todos como reféns durante a ação, e utilizando algumas pessoas como escudo humano. Os criminosos fugiram com o dinheiro em um veículo Pajero com placas de Concórdia (SC), sentido Guarapuava, atirando contra a viatura policial.

Um cerco foi montado em toda a região para tentar localizar os criminosos. Um helicóptero da PM inclusive foi deslocado de Curitiba para prestar apoio.

Um vídeo divulgado na internet mostra o momento em que os reféns são colocados em frente à porta da agência (abaixo).

Essas eram as informações divulgadas até o fechamento desta edição.

Foto: Sérgio Teixeira/JMais

Vídeo: Postado no YouTube pelo Portal VVale

 

 

 

Comentários