Vacinação contra a gripe em São Mateus começa na segunda para grupo limitado

22 de abril de 2016

Primeira remessa será destinada a gestantes, crianças e idosos

 

36616bc7fb59f222e7d31ecccb27a789Foto: Divulgação

 

Muitos estados estão antecipando a campanha de vacinação contra a gripe este ano, e no Paraná não será diferente. A partir de segunda-feira (25), vacinas já estarão disponíveis em São Mateus do Sul, mas, nesta fase inicial, apenas para um grupo reduzido.

Segundo o setor de Epidemiologia, o quantitativo recebido para iniciar a campanha no dia 25 vai priorizar três categorias do público-alvo: gestantes, crianças de seis meses a menores de cinco anos e idosos. “Assim que normalizar a remessa poderemos atingir os demais grupos que têm direito à vacina gratuita”, explica a chefe de Epidemiologia, Rosângela Mendes Paul, referindo-se a puérperas, doentes crônicos e profissionais de saúde. A expectativa é que isso ocorra até o fim da semana, para quando está programado o “Dia D”.

A vacina poderá ser encontrada no Centro de Saúde e unidades das vilas Palmeirinha, Americana e Bom Jesus, Fluviópolis e Cambará. No sábado (30), o “Dia D”, mais postos de saúde do município estarão também oferecendo a imunização, aí sim para todo o público-alvo. Assim que a campanha atingir pelo menos 80% dos grupos prioritários, conforme preconizado pelo Ministério da Saúde, as doses remanescentes poderão ser liberadas para as pessoas que não estão nos grupos de maior risco.

“Na nossa região a situação ainda não está preocupante. Esperamos que não seja tão rigoroso este ano, mas não podemos baixar a guarda”, enfatiza Rosângela. Ela destaca os cuidados básicos no dia a dia para prevenir o vírus, além da imunização. “É importante evitar lugares com muita aglomeração de pessoas, manter os ambientes bem arejados, lavar sempre as mãos, evitar compartilhar objetos como copos e talheres e manter hábitos saudáveis”. Outra forma comum de cuidado, o uso do álcool gel já está gerando aumento na procura pelo produto nos estabelecimentos comerciais.

Comentários