Tiaguinho retorna da Tailândia após um mês de tratamento

11 de julho de 2014

Depois de campanha que possibilitou a realização do tratamento, menino portador de distrofia muscular de Duchenne precisa seguir com cuidados específicos

Tiaguinho

O menino que foi o centro de uma das maiores manifestações de solidariedade em São Mateus do Sul está de volta. Tiago Kotrick Barbosa, 9 anos, o Tiaguinho, retornou da Tailândia na última semana, após um mês tratando da distrofia muscular de Duchenne com células-tronco. O tratamento, no qual a Tailândia é referência, só aconteceu depois que a comunidade se mobilizou em ações solidárias e arrecadou os cerca de R$ 100 mil necessários para todo o processo.

De acordo com os voluntários da campanha Ajude Tiaguinho, os resultados ao longo do tratamento foram se mostrando bastante positivos, com seu organismo reagindo bem. Além das aplicações, o menino também já passava por sessões de fisioterapia, para que o tratamento surta efeito — sessões que, além de outros processos, deverá continuar em casa. Com seu retorno, além das atividades de estimulação dos movimentos, Tiaguinho precisará adotar uma dieta específica, para que perca pelo menos 25 quilos. Como a doença é degenerativa, o foco foi evitar o avanço das consequências — Tiaguinho já apresentava dificuldades para andar. Portanto, o trabalho continua.

Tiaguinho2

No último domingo, 6, uma última grande ação em prol da campanha Ajude Tiaguinho foi realizada, no salão paroquial da Igreja Matriz São Mateus. O Dia da Solidariedade contou com bingo que sorteou, entre outros prêmios, uma motocicleta doada pelos vereadores locais. Na próxima semana, a organização da campanha trará um balanço de prestação de contas da campanha, e mais detalhes sobre a saúde de Tiaguinho. 

 Todo o período de Tiaguinho na Tailândia foi acompanhado de longe pela equipe da campanha, que atualizava as informações pela internet, por meio da página da campanha no Facebook. Lá, é possível conferir todo o processo e fotos da estada do menino no hospital e seu tratamento.

Fotos: Arquivo pessoal/família

Comentários