Saúde básica faz 24 mil consultas no quadrimestre

24 de outubro de 2014

Segundo avaliação quadrimestral do Plano Municipal de Saúde, as consultas especializadas ainda somaram 9.085 atendimentos

No início de outubro, a saúde pública entrou em pauta, para a avaliação dos resultados do segundo quadrimestre de 2014 do Plano Municipal de Saúde. Os resultados foram apresentados em audiência pública, contando com um resumo dos principais investimentos no setor, em relação a infraestrutura e profissionais, além de dados sobre atuação e objetivos cumpridos.

Entre os dados mais relevantes, está o número de consultas realizadas em atenção básica: 24.426 consultas no período de maio a agosto. O ambulatório central segue com o mais expressivo número de consultas (12.662), seguido do Centro de Saúde (1.870) e das unidades Estratégia Saúde da Família (ESF) de Rosas (1.706) e Bom Jesus (1.370). Em relação aos procedimentos de enfermagem, foram 28.628 consultas no período. Em relação aos atendimentos de urgência e emergência, foram 9.313 consultas e 10.826 procedimentos de enfermagem. Já os atendimentos especializados alcançaram índice de 9.085 consultas em quatro meses — a maioria na área de pediatria (4.080), que atualmente conta com três especialistas.

Ainda foram destacadas as visitas domiciliares realizadas pelas equipes ESF (4.472, entre visitas de médico, enfermagem e agentes comunitários), e também os transportes diários de pacientes para consultas ou procedimentos em cidades vizinhas, que recebeu renovação gradual da frota de veículos, e convênios.

 

Comentários