São-mateuense consegue transplante de fígado no dia do seu aniversário

22 de janeiro de 2016

Série de acontecimentos possibilitou que Jorge recebesse o novo órgão, dando início a uma nova vida

 

rpcFoto: Reprodução RPC

 

No dia 10 de janeiro, o são-mateuense Jorge Cristiano Ribeiro Wisniewski completou 29 anos recebendo o melhor presente de aniversário que poderia esperar. Sofrendo de cirrose e na expectativa de conseguir realizar um transplante de fígado, encontrou o doador justamente no dia em questão. Os desejos fraternos de saúde e muitos anos de vida comumente destinados aos aniversariantes fizeram mais sentido do que nunca para Jorge nesta data comemorativa.

“Às vezes me pergunto, será que isso está acontecendo comigo mesmo?”, revela o são-mateuense, mal acreditando na sucessão de coincidências — ou arranjos do destino — que possibilitaram que ele recebesse o órgão. O doador apareceu em Ponta Grossa, e Jorge era o sétimo na fila de espera por um transplante no estado. Mas as pessoas na sua frente não puderem receber o fígado (devido a condições de saúde, distância ou tamanho incompatível). Para sua felicidade, Jorge estava indo a Curitiba justamente naquele momento para um evento religioso, e ainda em jejum. Quando foi comunicado sobre a chance do transplante, mudou imediatamente os planos para aquele dia e partiu direto para o Hospital Angelina Caron.

Jorge encarava há anos a doença, chegando a sofrer grave hemorragia digestiva, aos 21 anos, e desde então precisava passar por procedimentos médicos desgastantes e custosos, além de outras consequências que comprometiam sua qualidade de vida. Na fila de espera desde setembro de 2015, conseguiu transplante antes do que se imaginava. “Normalmente demora muito mais para aparecer um doador, e poderia nem dar tempo”, revela.

A namorada, Adriele Pianoski, conta que a família toda viveu um momento delicado de apreensão. “Foi um pouco desesperador, pois não estávamos juntos. Eu estava em casa e ele na estrada. Foi uma mistura de medo e alegria. Mas graças ao nosso bom Deus deu tudo certo”.

O transplante foi um sucesso e a recuperação está sendo tranquila. Jorge recebeu alta esta semana, comemorando vida nova. Recebeu o carinho de toda a cidade, especialmente depois que sua história foi ao ar em reportagem da emissora paranaense RPC TV, onde ainda aproveitou a oportunidade para fazer um pedido especial, de casamento à namorada. Ao ACONTECEU, Adriele revelou sua resposta: “Sim”, disse à reportagem, aos risos e sem pestanejar. Salve Jorge, que ganhou um novo fígado e um casamento!

Comentários