Procura pela vacina contra o HPV está abaixo do esperado em São Mateus do Sul

15 de abril de 2016

Ministério da Saúde lançou nova campanha esperando atingir no mínimo 80% do público-alvo, mas em São Mateus, que disponibiliza vacina o ano todo, procura não chega a 50%

 

hpv-1

 

Com o slogan “Proteja o futuro de quem você ama”, o Ministério da Saúde está encabeçando uma nova campanha para incentivar que os pais levem as meninas de 9 a 13 anos para serem vacinadas contra o vírus HPV. A vacina já faz parte do calendário nacional de imunização, mas a mobilização visa orientar quanto ao esquema vacinal e alcançar a meta deste ano, que é de vacinar, no mínimo, 80% da população feminina nesta faixa etária. O objetivo, no entanto, é um grande desafio, uma vez que a procura tem sido baixa: em São Mateus do Sul, a imunização ainda não atingiu 50% do público-alvo.

A informação é do setor de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde. “A procura não está sendo tão assídua quanto esperávamos. Muitos pais ainda não compreenderam a importância da vacina para suas filhas e que ela é segura, ou ainda associam de forma negativa ao início da vida sexual delas”, comenta a enfermeira e chefe de Epidemiologia, Rosângela Mendes Paul, que alerta para os benefícios da imunização. “A vacina protege de várias doenças, principalmente o câncer de colo de útero, e também pode prevenir situações como o condiloma, que está atingindo muitas jovens. É uma chance que as gerações anteriores não tiveram”.

O Ministério da Saúde investiu R$ 1,1 bilhão para a compra de 32 milhões de doses nos últimos três anos. A vacina adotada é a quadrivalente, que confere proteção contra quatro subtipos de HPV (6; 11; 16 e 18). Esta vacina é destinada exclusivamente à utilização preventiva. Previne contra câncer do colo do útero, vulvar, vaginal e anal; lesões pré-cancerosas ou displásicas; verrugas genitais e infecções causadas pelo papilomavírus humano (HPV), contribuindo na redução da incidência e da mortalidade por esta enfermidade.

Em São Mateus do Sul, a vacina contra o HPV está disponível o ano todo em seis unidades de saúde: do Cambará, Fluviópolis, vila Americana, vila Bom Jesus, vila Palmeirinha e Centro de Saúde.

 

VEJA TAMBÉM: Vacinação contra a gripe deve começar no dia 25

Comentários