Incidência de HIV em São Mateus desperta sociedade para a promoção de novas ações

02 de outubro de 2015

Cidade tem 45 pacientes em tratamento, três novos somente neste mês de setembro

 

DSC_0860Foto: jornal ACONTECEU

 

Equipes da Vigilância Epidemiológica de São Mateus do Sul promoveram, na manhã da última terça-feira (29), uma reunião com representantes das áreas de educação e do comércio para a promoção de ações mais incisivas em relação à prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. A incidência de HIV no público adolescente vem preocupando os setores de saúde e a expectativa é que os diversos segmentos da sociedade possam se unir para prevenir a transmissão e disseminação do vírus.

“Com a ajuda de vocês, como multiplicadores dessas informações, esperamos dar consciência, dimensão das consequências da doença, e evitar que mais pessoas se contaminem”, expôs a enfermeira e chefe da Epidemiologia, Rosângela Mendes Paul. A médica Miriam Minervini alertou que muitos jovens parecem ter perdido a noção do risco que o sexo desprotegido representa. “Nossa preocupação é que os jovens não estão com medo de se contaminar”.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, atualmente existem 45 pacientes soropositivos registrados em São Mateus do Sul, e três novos casos foram identificados somente neste mês de setembro, entre eles, uma gestante.

Considerando o público de maior preocupação, as discussões se concentraram principalmente nas atividades realizadas nas escolas, e também na forma de abordagem, tanto com os estudantes como com os pais. Os educadores ainda enfrentam muitas barreiras em relação a como abordar o tema. Novas discussões ainda devem acontecer, até o Dia Nacional de Luta Contra a Aids, em 1º de dezembro, quando campanhas serão intensificadas.

Comentários