Equipe volante do Cras passa a percorrer interior levando atendimentos de proteção social

07 de agosto de 2015

dsc_0008

 

Com foto/informações Assessoria PMSMS

Desde o último mês, São Mateus do Sul conta com uma equipe volante do Centro de Referência em Assistência Social (Cras). A equipe conta com uma assistente social, uma psicóloga e dois técnicos que trabalham com o Cadastro Único para Programas Sociais, que vão até as comunidades rurais para a realização de atendimentos relativos à proteção social básica, como orientação e acompanhamento familiar, ações de prevenção de situações de risco social e violência, articulação e fortalecimento de grupos locais e demais atendimentos.

O município é o primeiro da região a contar com o serviço, e prevê que 18 comunidades sejam atendidas pela equipe até o final do ano, retornando até as localidades a cada 15 dias para dar continuidade ao projeto. Segundo a Secretaria Municipal de Assistência Social, as comunidades foram escolhidas em função da distância do centro da cidade, onde fica a sede do Cras, ou pelo grau de vulnerabilidade identificado. São elas: Fazendinha, Terra Vermelha, Pimenteira, Mico Magro, Aliança Velha, Caitá, Faxinal dos Elias, Estiva dos Vidal, Papuã, Espigãozinho, Colônia Eufrozina, Manduri, Passo do Meio, Palmital, Porto Ribeiro, Divisa, Pontilhão e Barra do Potinga. No ano que vem, o projeto se estende a outras comunidades.

O projeto é executado em parceria com o governo federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), que vai repassar anualmente R$ 54 mil para a consolidação da equipe volante do Cras em São Mateus do Sul. “É uma grande conquista”, diz a assistente social Sandra Nadolny. “O objetivo é facilitar e ampliar o acesso aos nossos serviços e poder levá-los até as comunidades que tem mais dificuldade em vir até aqui. Queremos deixar os serviços dos Cras mais próximos das pessoas”.

Comentários