Atenção básica local está entre as beneficiadas com mais recursos do Ministério da Saúde

28 de novembro de 2014

Recursos adicionais são incentivos com base em indicadores de qualidade

DSC_1098

A população de 5.041 municípios brasileiros será beneficiada com um incentivo para a melhoria no atendimento das unidades de saúde, a partir de recursos adicionais oriundos do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ). O incentivo faz parte do processo de modernização da gestão da saúde do governo federal, com adoção de novos padrões e indicadores de qualidade, estimulando tanto a autoavaliação das equipes como a oportunidade de aprimoramento do cuidado. Ao todo, serão repassados R$ 1,6 bilhão referentes à certificação de 29.598 equipes de atenção básica e 19.050 equipes de saúde bucal.

Das equipes de atenção básica avaliadas, cerca de 50% (14.288) atingiram resultado acima da média ou muito acima da média. Quanto à saúde bucal, 44% (8.492) das equipes tiveram avaliação acima da média. As equipes de Atenção Básica que recebem conceito muito acima da média recebem adicional de R$ 8,5 mil por mês; acima da média passa a ter um aditivo de R$ 5,1 mil. As demais avaliações ganham um complemento de R$ 1,7 mil. Para as equipes de saúde bucal os valores são, respectivamente, R$ 2,5 mil, R$ 1,5 mil e R$ 500.

O objetivo do PMAQ é garantir um alto nível de atendimento por meio de um conjunto de estratégias de qualificação, acompanhamento e avaliação do trabalho das equipes de saúde. Para avaliação das equipes que aderiram a esse ciclo do PMAQ, também foi considerada a opinião dos usuários do SUS. Ao todo, foram aplicados questionários, entre novembro de 2013 e maio de 2014, a mais 115 mil brasileiros de todos os estados sobre o atendimento prestado pelas equipes de atenção básica.

Em São Mateus do Sul, os recursos vão beneficiar quatro equipes de atenção básica e três equipes de saúde bucal, que foram certificadas.

Foto: jornal ACONTECEU

Comentários