Acadêmicos de Optometria realizam exames em crianças da vila Palmeirinha

23 de outubro de 2015

Trabalho ajuda a detectar desvios visuais, defeitos refrativos e diversas patologias de forma precoce

 

DSC_1191Foto: jornal ACONTECEU

 

Na manhã da última quarta-feira (21), o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Professora Zayde do Amaral Linsingen, da vila Palmeirinha, recebeu professores e acadêmicos do curso de Optometria da Universidade do Contestado (UnC) de Canoinhas, que promoveram exames gratuitos nas crianças.

O trabalho vem sendo realizado pelo curso em vários municípios catarinenses, e pela primeira vez foi trazido a São Mateus do Sul, onde há intenção de ampliar o serviço. O exame consiste em uma triagem, na qual pode-se detectar desvios visuais, defeitos refrativos e diversas patologias.

Segundo a professora Suellen Haenich, as crianças que apresentam algum problema refrativo são encaminhadas para a Clínica de Saúde Visual da Unc, para a correção, e as patologias são encaminhadas ao médico oftalmologista. O trabalho com os estudantes, que é promovido sob orientação de professores, tem conceito preventivo. “Os exames normalmente são feitos a partir dos 6 anos, mas realizamos o trabalho nas creches, com crianças a partir dos 3 anos, procurando detectar precocemente diversos problemas, como estrabismo e principalmente ombioplia, que é uma falha no desenvolvimento ocular que pode levar à perda irreversível da visão”, explica a professora.

Para a diretora do Cmei, Ísis Hainosz Nadolny, a iniciativa foi bastante positiva no aspecto de permitir um tratamento adequado diante de um diagnóstico precoce, e também pelos reflexos em sala de aula. “Do ponto de vista pedagógico, também é muito importante, porque às vezes algumas crianças que possuem baixo rendimento escolar ou TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade) não estão inseridas na possibilidade de terem alguma deficiência visual”.

Comentários