Sessão da Câmara procura definir nomes de logradouros públicos

08 de julho de 2016

DSC_0094

Foto: jornal ACONTECEU

Outra noite de “curto expediente”, na sessão da Câmara dos Vereadores de São Mateus do Sul, na noite desta segunda-feira (05). Os trabalhos na casa de leis foram iniciados a leitura de expedientes e entre eles a resposta do Sindicatos dos Servidores sobre o ofício solicitando ata da reunião de 8 de abril, deste ano, a respeito do acordo do reajuste salarial parcelado, para os servidores. O Sindiservidores solicitou os motivos para este requerimento.
A sessão seguiu com a aprovação de alguns projetos, como a solicitação de crédito suplementar de R$ 40 mil, em favor da secretaria de saúde, para a compra de material de consumo específico e combustível. A quantia virá de recursos da Vigilância Sanitária, sem comprometimento do setor.
Outro ponto abordado na noite, foi a aprovação da lei que denomina, definitivamente, as ruas da Vila Americana, sem registro oficial, até o momento. Para o vereador Picheth há necessidade outras avaliações para fazer valer a lei. “Haverá muitos transtornos com mudança de nomes, para os Correios, registro de imóveis e etc. temos que nos reunir com o Jurídico e também com o procurador da Câmara e fazer uma lei específica para estas e outras denominações”, explica o vereador. O voto contrário veio de Luis Cesar Pábis. O vereador justificou sua posição alegando não existir critério oficial para denominar as ruas.

 

Mais da Câmara
Entre outros requerimentos e manifestações, houve a aprovação de congratulações ao desempenho do aluno do ensino médio Thiago Staniszewski pela conquista de medalha na Olimpíada de Matemática, prelo vereador Pábis e a concessão de título de Vulto Emérito ao Sargento reformado, Paulo Joel Castro Domingues, pelo vereador Geraldo de Paula e Silva.
Também ocorreu a solicitação pelo vereador Lima da relação de empresas e entidades que locaram o Parque Municipal de Exposições para eventos e como foi aplicado o dinheiro arrecadado. Relação de 2013 até os dias atuais e também a relação da programação até o final de 2016.
O uso da tribuna livre foi feito, pelo vereador Pábis, que discorreu sobre a reunião preparatória para a 6ª Conferência das Cidades, ocorrida no dia 28 de junho, que apontou caminhos para construir a “cidade que queremos”, o que pode ser feito e as demandas existentes para tal.
A reunião do Núcleo de Desenvolvimento e Empreendedorismo (NDE), que apresentou o Codem de Maringá, aos empresários de São Mateus do Sul, no final do último mês, também foi citada pelo vereador como exemplo de ações positiva a serem aplicadas na cidade.

Comentários

Leia também:

dsc_0296

As últimas impressões de Ledur

23 de dezembro de 2016