Revogado título de Cidadão Honorário dado a Paulo Roberto Costa

15 de maio de 2015

Em votação apertada, vereadores retiraram honraria dada ao ex-diretor de Refino e Abastecimento da Petrobras, investigado na Operação Lava Jato

PAULOROBERTO4-JCCosta foi homenageado em 2010, por colaborar com investimentos  realizados no município (foto: divulgação)

 

A Câmara Municipal de São Mateus do Sul retirou o título de cidadão honorário dado ao ex-diretor de Refino e Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, em 2010. Delator na Operação Lava Jato, Costa havia sido homenageado por sua intermediação em alguns investimentos que o município recebeu. Entretanto, seu envolvimento nos escândalos de corrupção na Petrobras acabou manchando a visão antes positiva sobre ele.

O projeto para revogação da lei partiu do vereador Márcio Antonio de Lima Barbosa, o Cabo Lima, após grande pressão por parte da comunidade e movimentos sociais. O projeto de lei também foi assinado pelos vereadores Mário Stuski e Manoel Ferreto, além do presidente da Câmara Enéas Melnisk, que, diante dos votos contrários dos vereadores Omar Picheth, Luiz Cesar Pabis, Geraldo de Paula e Silva e Miguel Paulo Ferreira, deu seu voto de minerva favorável.

Segundo Cabo Lima, atual ouvidor da Câmara, a iniciativa veio devido aos pedidos pelo cancelamento do título terem se intensificado. “A honraria na época pode ter sido justa, mas os fatos atuais o desqualificam. Eu questiono, será que a situação atual da Petrobras no Brasil e em especial em São Mateus do Sul compensa o asfalto que foi feito por intermédio desse cidadão?”, aponta o vereador. Na época do título, Costa colaborou por projetos de asfaltamento na Vila Bom Jesus e em Paiol Grande, além do projeto de ampliação do Hospital e Maternidade Doutor Paulo Fortes e sobrevida da Unidade Protótipo Irati (UPI) que atualmente está hibernada.

Picheth, autor do projeto que concedeu o título na época, disse na sessão desta semana que o título havia sido pedido por parte influente da população, funcionários da Petrobras/SIX e políticos de influência da região. “O título em si foi dado a Paulo Roberto Costa, mas com o intuito de homenagear a Petrobras como instituição. Por meio dele, foram conseguidas verbas da ordem de R$ 10,5 milhões ao município”.

DSC_0140---CópiaApós pressão popular, vereadores aprovaram revogação da lei que concedeu o título (foto: jornal ACONTECEU)

Comentários

Leia também:

dsc_0296

As últimas impressões de Ledur

23 de dezembro de 2016