Prefeitura de São Mateus do Sul exonera grupo de secretários e diretores

14 de outubro de 2016

Nem cargos de 1º escalão escaparam da redução no quadro do funcionalismo para frear gastos no fim do mandato

 

sem-titulo-1Fotos: Arquivo

 

O governo de São Mateus do Sul está cortando despesas para entregar a Prefeitura em ordem com a troca de gestão e também equilibrar o gasto com pessoal, cuja proximidade com o limite legal já gerou alerta do Tribunal de Contas. Na semana passada, o município exonerou alguns cargos de comissão, e nem servidores de primeiro escalão escaparam.

Foi publicada no Diário Oficial do dia 5 de outubro a exoneração de alguns chefes de setor, diretores e secretários. Que atuavam à frente de secretarias municipais, deixaram a Prefeitura Artur Roscoche dos Santos, secretário de Esporte e Turismo; José Ewerling, secretário de Meio Ambiente; e Marina Gaspar Ledur, secretária de Assistência Social. Estas não são as únicas pastas sem secretários no momento — a cadeira também está vaga na Secretaria Municipal de Agricultura, com a saída de Beto Volochen; e a Secretaria Municipal de Indústria e Comércio, com a saída de Renato Possebon, há alguns meses.

As recentes exonerações, segundo o prefeito Clovis Ledur, estão atribuídas à redução no quadro do funcionalismo, uma vez que houve recomendação do Ministério Público para reduzir em 20% os cargos de comissão. Sobre o andamento destas pastas até o fim do mandato, o prefeito diz que o trabalho segue assumido pelos diretores de departamento e pelo quadro efetivo. “Há a preocupação de entregar a Prefeitura com todas as contas pagas. Estamos caminhando para isso, mas todos os serviços essenciais serão mantidos”, afirma Ledur.

Comentários

Leia também:

dsc_0296

As últimas impressões de Ledur

23 de dezembro de 2016