Por meio de estágios, alunos do projeto social IEVS se aproximam do mercado de trabalho

29 de agosto de 2014

Empresas da cidade abriram suas portas para proporcionar experiências profissionais aos jovens participantes dos cursos de Agricultura Orgânica, Alimentos e Informática

DSC_1610 

O estágio é um dos métodos de aprendizagem adotados no projeto social Informação e Estatística Valorizando o Saber (IEVS), realizado pela Associação de Pais, Mestres e Funcionários (APMF) do Colégio Estadual de Campo Professor Eugênio de Almeida de Fluviópolis, com patrocínio da Petrobras.

Por meio do estágio, os alunos observam profissionais com experiência e também participam das atividades, vivenciando situações que servem de complemento ao aprendizado em sala de aula. Esse é também o caminho por meio do qual alguns jovens conseguem seu primeiro emprego.

Exemplo disto é a aluna do projeto Jéssica Popoaski, que realizou estágio na empresa Ouro Móveis e foi contratada para exercer a função de auxiliar de vendas. De acordo com o proprietário do estabelecimento, Daniel Ferraz, o estágio, de fato, dá oportunidades aos jovens participantes. “Nossa loja acreditou na proposta do projeto e proporcionou estágio aos alunos. A Jéssica se destacou e então a contratamos”.

Além da Ouro Móveis, também são colaboradores do Projeto IEVS as empresas Posto Amigão, Cerâmica Marju, Dal Frios, New Color Digital, Restaurante Moro e Restaurante O Cupim, além das Escolas Municipais Santo Antônio e Apolônia Kasprzak Staniszewski e Casa Familiar Rural, locais onde os jovens participantes dos cursos de Agricultura Orgânica, Alimentos e Informática realizam os estágios.

Foto: Marta Regina Centa

Comentários

Leia também:

dsc_0296

As últimas impressões de Ledur

23 de dezembro de 2016