EDITORIAL – Enquete indica o que podemos esperar de nosso cenário político

16 de outubro de 2015

EDITORIAL – O jornal ACONTECEU voltou a oferecer, na sua versão online (jornalaconteceu.com.br), a enquete da semana, abrindo para opinião popular temas de relevância do momento na cidade e região. Abordando as primeiras movimentações relacionadas às eleições municipais de 2016, a enquete voltou um tanto espinhosa, questionando quem o eleitor votaria se as eleições fossem hoje, dando como opções os primeiros nomes que despontam como possíveis pré-candidatos em São Mateus do Sul.

O resultado foi um déjà vu das eleições de 2012, quando a disputa se concentrou entre Luiz Adyr, prefeito na época, e Clóvis Ledur, estreante que se elegeu para a gestão 2013/2016. Aberta da manhã de sexta-feira (9) até a manhã desta quarta-feira (14), a enquete foi concluída com Luiz Adyr à frente por dois pontos percentuais (45% contra 43% para Ledur). Na sequência, veio Argos Fayad (6%), Tiquinho (2%), Omar Picheth (2%) e Mano Cordeiro (1%). A opção “Espero outro candidato” obteve 2% dos votos.

Votos expressivos em um curto espaço de tempo, no entanto, fazendo com que os resultados se alterassem bruscamente, acendeu o alerta para possíveis atitudes mal intencionadas no sistema da enquete. O jornal ACONTECEU enfatiza que a enquete não tem qualquer valor de amostragem científica, promovida apenas para registrar opiniões que reflitam o pensamento dos internautas no momento em questão, além de estimular o debate, buscando o interesse dos eleitores em acompanhar o cenário político local e votar de forma consciente no dia das eleições.

O ACONTECEU está trabalhando para aperfeiçoar os mecanismos de segurança de suas enquetes para inibir a possibilidade de manipulação de resultados. Vale ressaltar que a possibilidade de ter havido alguma fraude nesta pesquisa — reiteramos, que não tem valor científico — serve para refletir quanto ao que nosso sistema político representa hoje. Se ele é tão frágil para deixar-se tender à manipulação e discórdia com uma simples enquete, imaginemos o que há de se esperar quando a disputa estiver efetivamente acontecendo.

Que a consciência de cada um reflita que o que está em jogo não é o interesse pessoal, mas o futuro político do Brasil.

 

Sem-Título-1

 

 

Comentários

Leia também:

dsc_0296

As últimas impressões de Ledur

23 de dezembro de 2016