Câmara propõe projetos relacionados a música e esporte

27 de março de 2015

Festival de alunos da rede pública e medalha de honra ao mérito desportivo foram aprovados em 1ª votação

Foto: jornal ACONTECEU

DSC_1139

Na sessão ordinária da última segunda-feira (23), da Câmara Municipal de Vereadores, entraram em pauta alguns poucos projetos e novos requerimentos, assim como algumas propostas tiveram segunda votação. Entre elas, os projetos do Executivo para abertura de crédito especial para investimentos em saúde, educação infantil e esporte. As novidades em discussão foram projetos voltados para música e esporte.

O projeto de lei 004/2015, do vereador Luiz Cesar Pabis, propõe instituir o Festival de Música dos Alunos da Rede Municipal de São Mateus do Sul. Segundo o autor, o objetivo é ampliar o contato da criança com a música, tendo em conta os benefícios desta aprendizagem. “É indiscutível a importância da música na vida das pessoas, e dessa forma abre-se uma possibilidade também de que as crianças que tenham esse dom tenham a oportunidade de se desenvolver na prática”, destacou Pabis.

Também foi aprovado em primeira votação o projeto de resolução 003/2015, que institui a medalha de Honra ao Mérito Desportivo. Proposta da mesa diretora, a iniciativa visa homenagear todos aqueles que contribuem de forma relevante para o engrandecimento do esporte no Município. “É uma homenagem simples, mas que ajuda a valorizar quem incentiva o esporte”, enfatizou o presidente da Câmara, Enéas Melnisk.

O requerimento 030/2015, para convidar o prefeito, a secretária de Saúde, o Conselho de Saúde e a diretoria do Hospital e Maternidade Doutor Paulo Fortes para a próxima reunião foi rejeitado pelos vereadores Geraldo de Paula e Silva, Cabo Lima, Manoel Ferreto e Mário Stuski. A pauta mostrou certo conflito de opiniões no Legislativo em relação ao planejamento de construção do novo hospital.

Três projetos do Executivo para abertura de crédito especial no orçamento (projetos 23, 34 e 27/2015) foram enviados para aprovação em regime de urgência e foram tratados em sessão extraordinária realizada na quarta-feira (25). O vereador Cabo Lima criticou a frequência com que projetos são enviados em regime de urgência, julgando como falta de planejamento do Executivo. Apesar da observação, todos os vereadores concordaram com a sessão extra.

A sessão se encerrou com a visita do secretário municipal de Segurança e Trânsito, Benedito Facini, que esclareceu algumas dúvidas dos vereadores a respeito do projeto de municipalização do trânsito e implantação do estacionamento regulamentado

Comentários

Leia também:

dsc_0296

As últimas impressões de Ledur

23 de dezembro de 2016