1º projeto de lei do ano na Câmara instaura a campanha Maio Amarelo

11 de março de 2016

Vereadores também aprovaram indicação para construção de um portal na entrada da cidade

 

DSC_0828Fotos: jornal ACONTECEU

 

A Câmara Municipal de São Mateus do Sul aprovou, na sessão da última segunda-feira (7), o primeiro projeto de lei do Legislativo apresentado este ano, em cinco sessões ordinárias. O projeto 001/2016 institui a campanha “Maio Amarelo”, dedicada a ações preventivas de conscientização para a redução de acidentes de trânsito no município.

De autoria do vereador Luiz Cesar Pabis, o projeto garante em lei a cooperação entre o poder público com a iniciativa privada e entidades civis para a realização de ações de conscientização no mês de maio, visando a redução do número de acidentes de trânsito e estimulando a adesão da sociedade no compromisso de cidadania em prol de um trânsito mais seguro. A justificativa leva em conta o alto índice de acidentes e mortes por consequência, a maioria de pessoas jovens. “Os acidentes no Brasil matam por ano o que corresponde à população inteira de São Mateus do Sul. Tudo é uma questão de comportamento, temos que modificar isso”, argumentou Pabis, na ocasião. O projeto foi aprovado por unanimidade na Casa.

Entre as proposições aprovadas na mesma noite, destacaram-se também a indicação nº 029/2016, de autoria do vereador Miguel Paulo Ferreira, que indica ao Executivo a possibilidade de edificação de um portal na entrada do município, para boas vindas e destaque de São Mateus do Sul como capital da erva-mate. O vereador Márcio Antonio de Lima Barbosa (Cabo Lima) requereu informações sobre a despesa com pessoal na Prefeitura mês a mês, durante o ano de 2015, e, junto de Manoel Ferreto e Mário Stuski, requereu também informações sobre os valores gastos pelo município com publicidade desde 2013. Os vereadores aprovaram pedidos de crédito adicional suplementar do Executivo para a Secretaria de Educação e Cultura (R$ 332 mil), Secretaria de Meio Ambiente (R$ 300 mil) e Vigilância Sanitária (R$ 5,9 mil).

A sessão contou com a presença da gerente da agência dos Correios de São Mateus do Sul, Adriane Fachin, que falou sobre alguns problemas questionados pelos vereadores. Informou que está ocorrendo fechamento no horário de almoço, das 11h às 12h30, horário de menor movimento, para que se possa manter dois atendentes na agência. Sobre reclamações no serviço de entregas no Parque das Tamareiras, a gerente informou que foi realizado um levantamento junto com a Prefeitura sobre as necessidades existentes, e que está agora em Curitiba para que se realize a expansão dos serviços.

 

Comentários

Leia também:

dsc_0296

As últimas impressões de Ledur

23 de dezembro de 2016