Ceju Jiu Jitsu consagra campeões paranaenses

04 de novembro de 2016

Ranking final foi lançado após a última etapa do Campeonato Paranaense de Jiu Jitsu

 

Os atletas do projeto social Ceju Jiu Jitsu participaram da sexta e última etapa do Campeonato Paranaense de Jiu Jitsu 2016, no sábado, 29 de outubro, no Ginásio de Esportes da Universidade Positivo em Curitiba. Além dos bons resultados da etapa, a equipe ainda selou a participação no campeonato com destaque no ranking paranaense.

Entre os resultados do último sábado, Henrique de Oliveira e Bruno Assunção garantiram o primeiro lugar, Tainá Ribas ficou em segundo lugar, Maria Larice conquistou o terceiro lugar, e Gabriel Antunes e Eduardo Antunes ficaram em quinto lugar, todos em suas respectivas categorias de peso.

 

Ranking

Com a soma das pontuações de todas as etapas, foi lançado o ranking final da Federação Paranaense de Jiu Jitsu. O Ceju Jiu Jitsu participou de todas as etapas e teve atletas destacando-se entre os melhores do estado. Alcançaram esta conquista Ana Victória Fernandes, Categoria Infantil 12 anos Faixa Branca-Pesadíssimo; Bruno Miguel Assunção, Categoria Infanto Juvenil 13 anos Faixa Branca-Pesado; Eduardo Antunes, Categoria Infanto Juvenil 13 anos Faixa Branca-Galo; Gabriel Antunes, Categoria Infanto Juvenil 14 anos Faixa Branca-Leve; Henrique de Oliveira, Categoria Juvenil 17 anos Faixa Branca-Leve; Jéssica Laís Gassner Albin, Categoria Adulto Faixa Branca-Pena; e Luís Vítor Pacheco, Categoria Juvenil 17 anos Faixa Branca-Galo.

Também houve os vice-campeões Alexandre Mendes “Carazinho”, Categoria Adulto Faixa Roxa-Pluma; Fabiano Pacheco Albin, Categoria Master 2 Faixa Branca-Super Pesado; Maria Larice Stacechen, Categoria Juvenil 16 e 17 anos Faixa Branca-Pena; e Tainá Ribas, Categoria Juvenil 16 e 17 anos Faixa Branca-Leve.

 

O projeto

O projeto Ceju Jiu Jitsu é agregado ao projeto Capoeirar, que existe desde 2000, mantido pela Associação Desportiva Cultural Mangangá Capoeira. Ambos funcionam atualmente no Centro da Juventude e têm como professor responsável Fabiano Pacheco Albin (Aranha). Os alunos do projeto não pagam mensalidade, mas, em contrapartida, exige-se postura social, boas notas escolares e bom comportamento.

O Ceju Jiu Jitsu agradece aos parceiros Sérgio da Conceição, Luís Ribas, Preserve Madeiras, Ribas Materiais para Construção, Ponto Cruz e Trans Petkowicz, que colaboraram com o transporte dos atletas para esta última etapa da competição, e também à Secretaria de Ação Social, que fez o pedido de isenção da inscrição dos atletas junto à Federação Paranaense de Jiu Jitsu; ao professor Alexandre Mendes Carazinho, sua esposa Flaviane Lando e a equipe Gracie Barra pela parceria em todas as etapas; ao jornal ACONTECEU pela divulgação e aos pais dos alunos pela confiança no trabalho. Sobre os resultados no Campeonato Paranaense e do projeto em si, o professor Aranha resume a uma frase: “Não basta combater o mal, é necessário investir no bem”.

 

20161029_180743

Foto: Divulgação

Comentários