Alunos do projeto social Ceju Jiu Jitsu também brilham no Paranaense

25 de março de 2016

Para a maioria, foi a primeira participação em uma competição

 

1916663_962978123787842_2247538498367659839_nFoto: Divulgação

 

A participação de São Mateus do Sul na Primeira Etapa do Campeonato Paranaense de Jiu Jitsu também se estendeu à equipe do projeto social Ceju Jiu Jitsu, que, com apenas um ano de atividades na modalidade, já possibilitou aos participantes brilhar em uma competição de alto nível. Os alunos obtiveram excelentes resultados, com cinco ouros, quatro pratas, vários bronzes e alguns alunos na quinta colocação. Cabe ressaltar que, para a maioria deles, foi a primeira participação em uma competição.

O projeto Ceju Jiu Jitsu é agregado ao projeto Capoeirar, que existe desde 2000, mantido pela Associação Desportiva Cultural Mangangá Capoeira. Ambos funcionam atualmente no Centro da Juventude e têm como professor responsável Fabiano Pacheco Albin (Aranha), em parceria com os professores Alexandre Mendes (Carazinho) e Alécio de Souza (Leko). “Os alunos do projeto não pagam mensalidade, mas, em contrapartida, exigimos deles postura social, boas notas escolares e bom comportamento”, explica Aranha.

Segundo o professor, a participação no Campeonato Paranaense se deu por meio de várias colaborações. A Federação Paranaense isentou o custo de filiação de dez atletas e o restante deles se filiaram por meio de arrecadação entre amigos. Os quimonos foram adquiridos com recursos arrecadados e também um desconto especial para o projeto pela Malharia Yama, de Curitiba.

A equipe agradece ao Centro da Juventude, Prefeitura Municipal de São Mateus do Sul, por meio da Secretaria de Ação Social, e aos familiares dos alunos pela confiança no trabalho desenvolvido.

Comentários