Trio inova na experimentação com canções totalmente espontâneas

24 de abril de 2015

Elementos do post rock e o cotidiano da cidade estão presentes em Casa Amarela, projeto experimental que propõe a criação de canções no ato da gravação, a partir do improviso e da sintonia dos músicos

Untitled-2Na ordem, Pedro, Thomas e Cassiano, que experimentam e divulgam uma nova proposta musical (fotos: arquivo pessoal)

 

Um trio de músicos locais vem trazendo uma proposta musical diferente, que abusa da espontaneidade e do improviso, e amplia os horizontes para além do linear e premeditado. Trata-se do grupo Casa Amarela, projeto experimental que remete à sonoridade do chamado post rock — subgênero que incorpora elementos de grande variedade musical — e diferencia-se pela proposta de gravar as canções de maneira espontânea, a partir do improviso e, consequentemente, da sintonia dos músicos, para que tudo dê certo no final.

Formam o trio Pedro Cavalcante, Thomas Blum e Cassiano Vidal, são-mateuenses sempre ligados à música, que na adolescência passaram pela fase das bandas de garagem, seguiram diferentes caminhos profissionais e agora se reúnem, como definem, para “entrar na mesma vibração sonora”. Thomas improvisa na guitarra baseado na harmonia musical do momento, Pedro assume o contrabaixo e experimenta de forma aberta, e Cassiano, que tem mais experiência com o estudo da música, também edita os álbuns. “Não existe ensaio prévio, apenas escolhe-se uma melodia e, dentro dessa base, camadas se sobrepõe e se transformam, sem programação antecipada ou grandes mudanças e cortes na hora da mixagem. Tudo fica como foi gravado, num quarto pequeno e com muitos pedais de efeito”, explica Thomas. O método curioso de compor e gravar acaba servindo como um teste de improviso para os músicos.

A banda afirma não ter ambições quanto ao seu som — tocam por que gostam, gravam para compartilhar uma sonoridade diferente com uma cidade que ainda tem certa dificuldade para abrir espaço para a cultura. Como uma espécie de homenagem à cidade e suas características simples e bucólicas, algumas músicas têm nomes, letras e inspirações baseadas na região, como “Praça do Ginásio”, presente no novo álbum Revelações Mecânicas, e “Maria Isabel”, referente à conhecida estrada de chão da fazenda de mesmo nome.

As canções da banda Casa Amarela estão disponíveis na internet, pelo Bandcamp: http://casaamarelapr.bandcamp.com/

a2087637444_10

a2476102381_10

 

 

Comentários