Profissão: fazer rir

13 de novembro de 2015

Companhia de Palhaços Euforia completa 15 anos propagando a alegria

 

10348517_601636279940559_6341894439428989296_nFotos: Arquivo da Cia Euforia

 

Por onde passa, a trupe de Chuvisko e Trovoada arranca risos involuntários e contagiantes. Dos pequenos que ainda dão os primeiros passos aos adultos mais carrancudos, é difícil quem não se deixe contagiar pelo humor leve e dinâmico dos palhaços que, há 15 anos, têm o privilégio de trilhar como ofício o prazer de fazer rir.

A Companhia de Palhaços Euforia nasceu do Grupo Teatral Pau e Corda, como forma de atender o público infantil.  Do palco foi para a rua, entretendo o público de eventos como inaugurações, aniversários, confraternizações de empresas e até casamentos, em São Mateus do Sul e região. Não foram só as crianças que rapidamente se encantaram pelo trabalho da trupe, mas adultos também se renderam ao bom humor e criatividade dos palhaços.

Chuvisko e Trovoada, ou melhor, Jairo Walter de Paula e Luciano Wander, são as figuras que deram início às atividades da companhia, que hoje conta com o reforço de novos integrantes — da geração que antes ria com a dupla e hoje também busca fazer rir. Jairo conta que a performance do grupo trabalha um humor leve, apropriado para crianças de todas as idades, que, com criação própria e constante atualização, conseguiu conquistar espaço. “Tentamos atender o universo das crianças, com a linguagem infantil e uma performance lúdica que também sempre tenta trazer uma mensagem educativa”, explica. Aliados às apresentações, os palhaços também trabalham com recursos interativos, como arte com balões e pinturas faciais, que ajudam a enriquecer o espetáculo.

Neste ritmo, já se foram 15 anos. “Foi um hobby que se tornou profissão. Passou muito rápido”, conta Jairo, que projeta vida longa à Cia Euforia, com novos projetos e retomada de atividades sociais — uma das marcas dos palhaços foi o projeto “Levando Riso e o Sorriso”, que levou mensagens de saúde bucal de forma lúdica para as crianças de todas as escolas do município durante dois anos. Independentemente do tamanho da intervenção, a trupe assegura que o resultado é motivador para seguir em frente. “Somente estar nesse universo é uma satisfação, pela energia positiva que as crianças têm. O resultado é compensador e o ganho maior é a alegria”, declara Jairo.

 

Espetáculo “Os caçadores de aventuras”

Em comemoração aos 15 nos da Companhia de Palhaços Euforia, o grupo apresenta, no próximo domingo (15) o espetáculo “Os caçadores de aventuras”, às 15h30, no Clube Ideal Sãomateuense (CIS). A peça relembra a trajetória da trupe e convida as crianças a buscar por um tesouro. Os ingressos custam R$ 10 e já estão à venda na secretaria do Clube e na Gesso São Mateus. Também poderão ser adquiridos na hora.

 

Comentários