Plano Municipal de Educação chega à Câmara

19 de junho de 2015

Integrantes da comissão organizadora apresentaram iniciativa ao Legislativo, que vota em sessão extraordinária nesta quinta-feira (18)

 IMG_5812Franciane Muchinski e Bernadete Volochen falaram na sessão sobre o PME (foto: jornal ACONTECEU)

 

A comissão organizadora do Plano Municipal de Educação encaminhou a proposta à Câmara Municipal de São Mateus do Sul, nesta segunda-feira (15), para votação dos vereadores e conclusão do processo, que traça metas e estratégias para a educação nos próximos dez anos, em sintonia com as diretrizes do Plano Nacional de Educação (PNE). Durante a sessão ordinária, Franciane Muchinski e Bernadete Volochen apresentaram brevemente a proposta aos vereadores, que votam em sessão extraordinária nesta quinta-feira (18).

Franciane lembrou que foram coletados indicativos e opiniões de professores e profissionais da educação, além das colaborações da audiência pública, realizada em 29 de maio, e que o Plano não visou apenas a educação pública, mas toda a educação no município, desde a infantil até a universidade, pública e particular. Também justificou que houve demora na execução do Plano Estadual, reduzindo os prazos do município e, por isso, pediu-se urgência na votação do Legislativo.

Bernadete, por sua vez, fez uma reflexão sobre os problemas vividos pela educação em todos os níveis, resultado da falta de planejamento no passado, e que comprometem o ensino hoje, e comentou os desafios do município, principalmente em relação ao espaço físico das escolas.

Após a sessão extraordinária, o projeto ainda passará pela segunda votação na próxima segunda-feira (22). Quem quiser consultar as metas e estratégias formuladas pelo município pode acessar o arquivo do Plano Municipal de Educação, disponível na aba Educação e Cultura do site da Prefeitura (www.saomateusdosul.pr.gov.br).

Mais da sessão

Ainda nessa segunda-feira (15), os vereadores de São Mateus do Sul votaram o projeto de lei 39/2015, que estabelece convênio da Prefeitura com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) para a realização da promoção Lar Doce Lar. Aprovaram também o projeto 011/2015 do próprio Legislativo para ceder título de vulto emérito ao professor Luis Renato Gimny, e ainda a alteração de um item da lei complementar 027/2006.

Foram indicadas à Secretaria de Obras melhorias nas estradas da Terra Vermelha e colocação de redutor de velocidade na rua Joaquim Ferreira Guimarães. Entre os requerimentos, voto de pesar à família de Adir José Pacheco, pelo seu falecimento, e relação dos pedidos protocolados na Secretaria de Obras desde 2013. Os vereadores também requereram análise do contrato do transporte público coletivo.

Comentários