Grupo Karolinka lança livro comemorativo pelos 25 anos de história

20 de maio de 2016

“Os caminhos da tradição” faz um resgate das raízes polonesas no município e da trajetória do grupo

 

IMG_4182Fotos: jornal ACONTECEU

 

“Dediquem-se. Vocês são o carro-chefe, o coração do Karolinka, que vai levar o legado desse grupo e dar continuidade a essa história”, declarou, emocionado, o coordenador geral do Grupo Folclórico Polonês Karolinka, Irio Janoski, em seu discurso voltado especialmente para os componentes do grupo. A fala orgulhosa que provocou aplausos do público ocorreu durante o evento de lançamento do livro “Os caminhos da tradição – 25 anos do Grupo Folclórico Polonês Karolinka”, na noite de terça-feira (17), no Salão Paroquial da Igreja Matriz São Mateus.

O livro é uma das novidades do grupo, que, em sua trajetória voltada principalmente para a inserção da juventude no contexto sócio-cultural e valorização das tradições polonesas, foi além da dança, promovendo também aulas de polonês, curso de culinária e formou um coral. Na publicação, que integra o projeto “Tradição em movimento”, patrocinado pela Petrobras e Governo Federal, ocorre um resgate das raízes polonesas no município e da trajetória do Karolinka, com texto apurado e ricas imagens.

Frisando elementos como comunidade, cultura e identidade, o autor do livro, o jornalista Eduardo Covalesky Dias, contou um pouco sobre o processo de produção, que envolveu muitas pessoas, e da satisfação que percebeu nos depoimentos e histórias relatados por aqueles que fazem ou fizeram, de alguma forma, parte da história do grupo. “As pessoas se mostraram orgulhosas em fazerem parte desta história. Esperamos que todos se sintam integrados novamente ao grupo pelas páginas deste livro”.

Além de garantir o seu exemplar, os convidados do evento acompanharam apresentações de dança dos grupos infantil e adulto e também do coral.

Originado a partir do  patrocínio, o livro “Os caminhos da tradição” teve distribuição dirigida e nos próximos dias estará disponível também na Biblioteca Municipal e escolas.

 

Comentários