Filme com alunos e professores aborda a Aids de maneira sensível e ligada à realidade atual

04 de dezembro de 2015

Parceria entre Colégio Estadual do Campo Profº Eugênio de Almeida e companhia Impacto em Cena gerou média-metragem que foi apresentado no Dia de Luta Contra a Aids

 

DSC_0075Foto: jornal ACONTECEU

 

Um dos grandes destaques da mobilização deste ano do Dia Mundial de Luta Contra a Aids em São Mateus do Sul foi a exibição do filme “Cinzas e Rosas”, média-metragem dirigido por Igor Moreira, da companhia Impacto em Cena, de Palmeira, com a participação da comunidade escolar do Colégio Estadual do Campo Professor Eugênio de Almeida, de Fluviópolis.

Apresentado na manhã de terça-feira (1º), o filme aborda, de maneira sensível e próxima da realidade atual, a Aids, suas consequências e a importância da prevenção.

Segundo o diretor, a produção alcançou dois objetivos. “Primeiro, trazer informações sobre a Aids, principalmente atualizando as informações e quebrando preconceitos.  E a outra vertente é fazer isso com a comunidade local, alunos, professores e comunidade, para mostrar gente daqui produzindo coisas para o público daqui”, explica.

Familiarizados com a cultura do cinema e do teatro há anos, por causa das produções e parcerias frequentemente promovidas pelo Colégio, os estudantes levaram a sério a proposta e se dedicaram ao roteiro, tendo como apoio nas gravações a experiência do ator Wilian Blaginski, também de Palmeira. A diretora do Colégio, Marta Regina Centa, revela que a intenção é levar o filme para outras escolas e instituições. “Estamos organizando uma agenda e devemos exibir em algumas escolas ainda este ano, atrelado a um contexto de conscientização”.

Comentários