Tem início o mês polonês em São Mateus do Sul

07 de agosto de 2015

Abertura oficial da 22ª Tradycje Polskie reuniu diferentes segmentos da sociedade para enaltecer as origens da comunidade são-mateuense; programação segue até 30 de agosto

 

DSC_0873Fotos: jornal ACONTECEU

 

Teve início oficialmente na manhã de sábado (1º) a 22ª Tradycje Polskie, evento que marca as festividades do mês polonês em São Mateus do Sul. Promovida de forma mais intensa este ano, a Tradycje Polskie tem na programação baile, jantar, festas religiosas, palestras e exposições, a fim de resgatar e valorizar a cultura polonesa enraizada no município.

A abertura ocorreu em frente à Prefeitura Municipal e contou com a presença de lideranças locais e do movimento polônico. Na ocasião, Crisanto Cavalcante, presidente da Braspol Núcleo de São Mateus do Sul, organizadora do evento, enfatizou a importância de cultuar as origens da cidade e reiterou o envolvimento da comunidade nessas ações. “Um município que possui 75% de sua população descendente de poloneses precisa ser respeitosamente e humildemente reconhecido. O objetivo da Braspol este ano é ratificar a cultura polônica no município e estamos dando esse primeiro passo buscando envolver a comunidade”, declarou.

A união dos vários segmentos no propósito do mês polonês agradou o presidente da Braspol Nacional, Rizio Wachowicz. “Não é tão comum encontrar nas 338 unidades da Braspol no Brasil um envolvimento tão grande do comércio, indústria, escolas, agricultores, valorizando juntos essa cultura. Fico encantado de ver que tantos anos após imigração vocês estão cultuando alguns aspectos da cultura que nossos ancestrais trouxeram. Esta é uma data de todos aqueles que são descendentes”, disse Wachowicz.

O prefeito em exercício, Clóvis Distéfano, homenageou as pessoas  e entidades que sempre trabalharam em prol do resgate à cultura polonesa e lembrou das qualidades daqueles que formaram o município. “Os poloneses sofreram muito no passado, mas ainda assim vibraram, combatentes, alegres, com alma de artistas. Nossa colonização é fruto desse povo que aportou no Iguaçu, ajudando a construir o município que vivemos. Vemos hoje nas famílias crianças de cabelos louros e olhos azuis, resultado dessa mistura de raças, formando um só povo, uma só gente, uma raça própria, toda nossa”.

Após o hasteamento das bandeiras do Brasil, Paraná, São Mateus do Sul e Polônia, teve início uma carreata formada por carros, motocicletas, carroças, tratores, ônibus, caminhões e cavaleiros, que receberam a bênção do padre Silvano Surmacz e percorreram as principais ruas da cidade levando a mensagem do mês polonês, enaltecendo as raízes de São Mateus do Sul. A manhã ensolarada e a animação que, não por acaso, é uma das marcas do povo polonês, promoveram um bonito espetáculo.

 

Programação continua

No mesmo dia, o Baile Polonês deu sequência à programação da Tradycje Polskie, no Cepom, enquanto a vila Nepomuceno foi palco para a Festa da Boa Colheita, no domingo (2). O ciclo de palestras, sempre às 19h30, começa com “Cracóvia”, ministrada pelo professor Marcin Raimann, no Centro da Juventude, dia 8.  No dia 20, o tema é “Os guerreiros poloneses”, proferida pelo escritor Gerson Souza no Colégio Duque de Caxias; e no dia 28, “Paisagem Cultural da Água Branca”, ministrada pela geógrafa Liliane Lucena, também no Duque de Caxias.

A exposição João Paulo II começou também, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Czestochowa, partindo nas semanas seguintes para as paróquias Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, São Mateus e Água Branca, respectivamente.

Ainda está previsto o jantar típico polonês no dia 22, no salão paroquial da Igreja Matriz, e inauguração do monumento ao Perna de Pau — personagem são-mateuense conhecido pelo início da exploração de xisto — na praça da Igreja Matriz, no dia 26.

No dia 30, será feito o plantio de mudas de carvalho no futuro Santuário João Paulo II e na Água Branca. A programação se encerra no mesmo dia, com a tradicional festa de Nossa Senhora de Czestochowa na igreja centenária da Água Branca.

 

 

 

 

Comentários