Aprovado estatuto do Instituto Histórico e Geográfico de São Mateus do Sul

23 de outubro de 2015

Entidade propõe o apoio à pesquisa e divulgação da história local

 

DSC_1242Foto: jornal ACONTECEU

 

As diretrizes do Instituto Histórico e Geográfico de São Mateus do Sul (IGH-SMS) foram traçadas com a aprovação do estatuto da entidade, em reunião realizada na sexta-feira (16), no Centro da Juventude.

A entidade, presidida pelo professor Mário Sérgio Deina, foi criada no final do ano passado para fomentar a pesquisa e divulgação da história local, estimulando a preservação dos registros históricos e valorizando os trabalhos relacionados, sem vínculos políticos, partidários ou empresariais.

Na ocasião da aprovação do estatuto, a professora Alcimara Foetsch, doutora em História, falou aos presentes sobre a importância da pesquisa, relacionada ao conhecimento popular. “Em muitas pesquisas, vemos o conhecimento popular ser confirmado pelo científico. A pesquisa visa auxiliar e dar visibilidade aos trabalhos que estão dando certo, lembrando que o protagonista não é o pesquisador, mas são os envolvidos”, ressaltou.

Na mesma oportunidade, também foi apresentado o projeto e o primeiro episódio do programa “Dois minutos de história”, iniciativa que conta a história de São Mateus do Sul por meio de filmes com dois minutos de duração, para serem utilizados nas escolas e difundidos pelas mídias sociais. Apoiado pelo IHG, o projeto procura despertar o interesse e a curiosidade pela história da cidade.

A diretoria do IHG adianta que os próximos passos da entidade consistem no registro em cartório e demais órgãos, e posterior reconhecimento de utilidade pública. Também objetiva-se formar parcerias com outras entidades para desenvolver atividades em comum.

 

Articulação estadual

No início do mês, o IHG-SMS cumpriu duas agendas importantes na capital do Estado, junto a instituições ligadas à pesquisa histórica e patrimônio. O presidente do Instituto foi recebido pelo pesquisador e historiador da Coordenadoria Estadual do Patrimônio, Aimoré Índio do Brasil Arantes, ocasião em que trataram de diversos assuntos relativos à pesquisa histórica no município e preservação de patrimônio histórico.

Na sequência, Deina, acompanhado pelos diretores Gerson Souza e Sandro Vitonski, foi recebido pelo diretor do Museu Paranaense, Renato Carneiro Junior, para conversa sobre interesses do IHG-SMS relativos à história da erva-mate e preservação de acervos referentes a esse período histórico. Segundo Deina, abriram-se conversações no sentido de o Museu Paranaense disponibilizar parte de seu acervo para exposição permanente em São Mateus do Sul, no momento em que haja condições técnicas para tal. “Foi um bom início de relacionamento do Instituto com o Museu, e isso pode resultar em boas parcerias futuras”, afirma o professor.

 

DSC_0455Foto: Divulgação

Comentários