Posição diferente

02 de setembro de 2016

Não é fácil assumir uma posição diferente da maioria, mas em muitas situações torna-se necessário.

Uma posição diferente da de costume, ou tentar algo que não se considerava possível, define um ato de superação. A coragem, para mim, surge quando aceitamos enfrentar os desafios, sejam eles quais forem, desde uma mudança muito radical de carreira ou uma simples volta num lugar que nunca tínhamos ido.

Mas para conseguir derrotar o medo e assumir posturas é necessário administrar as próprias emoções. Não é fácil ter domínio próprio e também ter a força necessária para mudar.

Estava num congresso este final de semana, e conversei por muito tempo com um velho e amigo professor. Ele disse: tantos anos bati de frente e lutei por isso e agora vi que estava errado, estava equivocado.

Que palavras sábias de um homem com mais de 50 anos de profissão médica.

Existe uma pesquisa que mostra que é necessário um observador para criar a realidade. (Fritjof Capra e Brian Greene). Desta maneira, quanto mais focado em ver determinada realidade, racional e emocionalmente, mais rápido e mais profundo será criada a sua realidade. Para os seres humanos, a porta de entrada para a observação é a percepção. E pasmem, a percepção depende das crenças que você possui, e toda visão pede um observador.

Então, com essa teoria, cada observador pode perceber a mesma situação de um ângulo diferente e ter uma visão diferente do fato acorrido.

Com tudo isso em mente, vamos lá, coragem!

 

– Estejam vigilantes, mantenham-se firmes na fé, sejam homens de coragem, sejam fortes. I Coríntios 16:13

Cristina Veloso Andreacci
CRM 12570 Titulo de especialista em Ginecologia/Obstetrícia Titulo de especialista em Ultrassom Titulo de especialista em Medicina Fetal Competência pela Fetal Medicine Foundation de Londres Cemmefe.com.br Apoio TV Novo tempo Canal 10 local e Sky 14
cemeffe@gmail.com | http://cemmefe.com.br

Comentários