Porque amo

15 de julho de 2016

O que o ser humano mais busca é estar feliz, estar completo e, numa corrida insana, quer ter tudo ao mesmo tempo. Infelizmente estamos num mundo de descontentamento.
Apostamos no consumo, compramos sacolas de coisas e as dividas vão se acumulando nos cartões de credito. Então, trabalhamos mais e enchemos nossas casas com bugigangas que não precisamos e esvaziamos o coração.
Estamos no verão e queremos estar no inverno, estamos com quarenta e queríamos ter vinte, temos trinta e gostaríamos de ter cinquenta para sermos mais serenos e maduros.
Uma senhora me falou esses dias “Minha vida terminou e eu nunca consegui o que procurava”.
E então pensei, o que tenho feito com minha vida? O que estou procurando? Valeu a pena?
Com tantos erros e acertos, magoei e fui magoada, mas com certeza, fazendo um levantamento, só tenho a agradecer, pois a vida é um aprendizado e nunca nos formamos. As vezes tiramos um nove, outras vezes seis e assim vamos procurando aprender a amar. Somos seres imperfeitos e nunca podemos julgar, pois cada um tem seu modo de sentir e administrar conflitos de um jeito único e pessoal. Se compreendêssemos mais e julgássemos menos, teríamos menos conflitos, com certeza.
Ser médica deu-me a oportunidade de conhecer a história de muitas pessoas e simplesmente não julgo e nem condeno.
Um dia, assistindo um filme, uma mulher perguntou a Maria como ela podia ser tão linda. Ela simplesmente respondeu: Porque amo!
Que resposta simples e ao mesmo tempo tão profunda: Porque amo!

Eu te amarei, ó SENHOR, fortaleza minha. Salmos 18:1

Cristina Veloso Andreacci
CRM 12570 Titulo de especialista em Ginecologia/Obstetrícia Titulo de especialista em Ultrassom Titulo de especialista em Medicina Fetal Competência pela Fetal Medicine Foundation de Londres Cemmefe.com.br Apoio TV Novo tempo Canal 10 local e Sky 14
cemeffe@gmail.com | http://cemmefe.com.br

Comentários