Os “lares” dos viajantes

01 de agosto de 2014

Republicação de coluna semanal publicada na versão impressa do jornal ACONTECEU entre 2009 e 2011

Hotéis e pensões: os estabelecimentos que se perderam no tempo e hoje só existem nas fotografias e em memórias

No passado de São Mateus do Sul, muito usados foram os hotéis e pensões, que hoje só fazem parte da memória dos moradores mais antigos. É sobre eles que vamos falar nesta edição.

Um dos mais célebres foi o Hotel Braz, cujos proprietários foram Luis e Francisco Braz, e cujo endereço era a rua Luciano Stencel. Há uma rede de hotéis Braz, presentes em Curitiba até hoje.

Os outros hotéis célebres do passado do nosso município foram os hotéis dos viajantes. “Hotéis”, no plural, porque foram dois com este mesmo nome, apesar de terem pertencido aos mesmos donos: o casal Carmen e Rafael Venega. Um deles situava-se no local onde hoje é o prédio na esquina das ruas 21 de Setembro e Barão do Rio Branco. Já o outro esteve localizado onde atualmente é a Estofaria Central, próximo ao Parque do Iguaçu. Antes de ser hotel, havia sido a residência do Dr. Paulo Fortes, médico que deixou seu nome marcado em São Mateus do Sul.

A senhora Hilda Ehlke, moradora desde aquela época, recorda do tempo deste Hotel dos Viajantes. Ela lembra que era muito utilizado pelos viajantes que passavam vendendo seus produtos, e que também funcionava como restaurante. “Era um hotel de muita qualidade, tanto na comida como no atendimento, e dirigido por um casal muito simpático”, diz. Ela lamenta que a casa tenha sido destruída.

Além dos hotéis, havia ainda pensões, como a Brasil e a Niterói. São estabelecimentos que desapareceram no tempo, e hoje só existem em poucas fotografias e na memória de quem viveu no tempo deles.

527nelson1

Hotel dos Viajantes, localizado na esquina das ruas Barão do Rio Branco com 21 de Setembro

527nelson2

Antigo Hotel Braz, na rua Luciano Stencel. A rede ainda possui unidades em Curitiba

527nelson

Hotel dos Viajantes, próximo ao Parque do Iguaçu, que já foi a residência de Dr. Paulo Fortes

José Nelson Chaves de Souza

jnelson.souza@gmail.com |

Comentários