O paciente escolhido

12 de setembro de 2014

Uma adolescente que chegou no consultório solicitou que eu contasse para o pai dela que ela estava grávida. Ela tinha 17 anos e morava na mesma casa com seu pai. Sentia muito medo de contar isto a ele. Aceitei o pedido com a ideia de ajudar pai e filha a lidarem com uma situação delicada para ambos.

No dia seguinte, mandei chamar seu pai, o “paciente escolhido”, o atendi e contei a história da gravidez da filha. Ele ficou passado e ressentido. Falou sobre os alertas que havia dado à filha sobre isto. Ele ficou com raiva dela, e disse que não iria falar com ela, não queria vê-la.

Ele disse-me, no momento de raiva: “Não consigo vê-la grávida, solteira, não suporto isso! Só quero vê-la depois que a criança nascer!”. Expliquei que isso não a ajudaria e que poderia ser para ela um tipo de desprezo. Ajudaria para ela sentir que o pai não a rejeita. Ele abriu mais sua angústia: “Você acha normal que devo aceitar ela estar grávida?”. Expliquei: “Aceitar é diferente de concordar”. Ele ficou calado e foi embora.

Na manhã seguinte, ele me mandou um recado: “Resolvi ver minha filha hoje. Só ainda não sei como vou fazer isso. Estou pensando em como estar com ela. Era a luta para vencer o próprio eu machucado. Vou esperar mais algumas horas. Não vencemos emoções difíceis rapidamente”.

Mais tarde, ele me mandou a seguinte mensagem, que me deixou maravilhada por ter vindo de uma pessoa que eu apelidei de “o paciente escolhido”. Ele escreveu: “Eu tenho carinho por minha filha. Não quero que ela vá embora sem a gente se ver. Resolvi deixar o amor na frente da decepção”. Me emocionei ao ler isso! E pensei comigo mesmo: Que atitude grandiosa! Você consegue deixar o amor na frente da decepção e agir com bondade?

Aceitai a minha correção, e não a prata; e o conhecimento, mais do que o ouro fino escolhido.

Provérbios 8:10

Cristina Veloso Andreacci
CRM 12570 Titulo de especialista em Ginecologia/Obstetrícia Titulo de especialista em Ultrassom Titulo de especialista em Medicina Fetal Competência pela Fetal Medicine Foundation de Londres Cemmefe.com.br Apoio TV Novo tempo Canal 10 local e Sky 14
cemeffe@gmail.com | http://cemmefe.com.br

Comentários