Fazer ou Morrer…

24 de junho de 2016

A arte de se superar, de crescer em meio ao lodo, fixando raízes profundas e brotando acima da superfície.
Minha infância é cheia de peculiaridades, diferentes de muitas pessoas que cresceram em lares que se dizem equilibrados…
Meus pais tinham 2 aviões monomotores e vendiam fazendas em todo território nacional, como corretores. Eu sempre fui uma criança traquina e curiosa e, por conta disso, levei inúmeras surras, pois ficava escutando conversas de gente grande escondida embaixo dos móveis ou atrás das cortinas…
Muitos políticos, empresários e fazendeiros frequentavam nossa casa, a qual eram atendidos com bebidas e comidas. Na época, eu tinha aproximadamente 7 anos. Há pouco tempo atrás haha …
Era no tempo em que as pessoas que se diziam importantes, andavam com capangas e armadas. Período em que a palavra valia a vida da pessoa. Era fazer o que se tinha prometido ou morrer.
Desde cedo, aprendi a ser disciplinada e persistente. Mas, alguns anos mais tarde, ocorreu um acidente aéreo no Mato Grosso e meu pai se foi. Então iniciamos uma nova fase de vida, com muitas contas e financiamentos para pagar. A crise foi forte, mas enfrentamos, caímos e levantamos.
“Vamos nos preparar para crise”, dizia minha mãe. O mar seca e o tsunami vem, então temos que ter um capital emocional forte e capital intelectual grande. Por isso, estudem muito e trabalhem duro e nunca esqueçam de nossa maior força que é JESUS.
Foi exatamente isso que eu fiz. Aprendi a administrar stress e tensão e enfrentar desafios. Mas, esses desafios eu só consigo enfrentar, pois sei que posso contar com nosso precioso Amigo e Salvador.
Para terminar: Tornem-se cada vez mais fortes, vivendo unidos com o Senhor e recebendo força de seu grande poder.

Cristina Veloso Andreacci
CRM 12570 Titulo de especialista em Ginecologia/Obstetrícia Titulo de especialista em Ultrassom Titulo de especialista em Medicina Fetal Competência pela Fetal Medicine Foundation de Londres Cemmefe.com.br Apoio TV Novo tempo Canal 10 local e Sky 14
cemeffe@gmail.com | http://cemmefe.com.br

Comentários