Roda de chimarrão será promovida para reunir documentos sobre a erva-mate local

15 de maio de 2015

Evento acontece na próxima quinta-feira (21), na ACIASMS; objetivo é reunir documentos que comprovem a contribuição histórica do cultivo da erva-mate na região

chimarraoFoto: Divulgação

 Divulgação/Sebrae/PR

Com o objetivo de resgatar a história da erva-mate em São Mateus do Sul e municípios vizinhos, o Sebrae/PR realiza nesta quinta-feira, dia 21 de maio, a Roda de Chimarrão, que acontece na sede da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de São Mateus do Sul (ACIASMS), a partir das 14h. O evento, realizado em parceria com o Sindicato da Indústria do Mate do Paraná (Sindimate), faz parte do projeto de Indicação Geográfica (IG) da erva-mate da região de São Mateus do Sul, que está sendo desenvolvido desde o ano passado pelo Sebrae/PR.

O consultor do Sebrae/PR, Fernando Pizani, frisa que o envolvimento da comunidade no projeto é de extrema importância, já que ela pode contribuir com documentos, fotos antigas, recortes de revistas e jornais, referentes à produção de erva-mate na região. O material poderá ser anexado ao dossiê histórico, que está sendo elaborado pelo Sebrae/PR, e que será enviado ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), que é o responsável em conceder o registro de Indicação Geográfica. 

“É importante a participação da comunidade para o regaste histórico da produção da erva-mate, pois precisamos comprovar junto ao INPI a notoriedade do produto erva-mate atrelado ao povo e à região”, reforça. A Casa da Memória de São Mateus do Sul, conforme ele, tem participação fundamental no processo, pois reuniu documentos, títulos e fotos importantes que comprovam a importância da erva-mate naquela região.

Ainda segundo Fernando Pizani, o projeto de Indicação Geográfica do Sebrae/PR já está mobilizando indústrias mateiras e produtores desde o ano passado, quando foi apresentada a proposta.  Com isso, já está em fase de formalização a Associação dos Amigos da Erva-Mate de São Mateus, com produtores e indústrias locais e da região. São Mateus do Sul é conhecido como a segundo maior produtor de erva-mate do Paraná e a região pela produção de erva-mate com sabor diferenciado.

“O registro de Indicação Geográfica traz diversos benefícios para os produtores e indústrias mateiras, pois facilita a presença do produto no mercado, dá mais acesso ao mercado com uma ação coletiva, o consumidor identifica mais facilmente o produto e a qualidade é melhor”, cita o consultor do Sebrae/PR. Além disso, o consumidor tem a consciência de que a região se especializou e tem capacidade de produzir algo diferenciado.

Também por meio do projeto de Identificação Geográfica o Sebrae/PR começa a desenvolver, a partir do próximo mês, a ação de melhoramento da qualidade da erva-mate e da produção segura sem contaminantes em São Mateus do Sul e região. “Estamos estruturando o processo e pretendemos implantar as ações de boas práticas brevemente”, finaliza Fernando.

Comentários

Leia também:

Prefeito, vice e vereadores tomam posse em Antonio Olinto

Posse em Antonio Olinto

02 de janeiro de 2017

sem-titulo-1

Retrospectiva 2016

23 de dezembro de 2016