São Mateus do Sul recua no Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal

11 de dezembro de 2015

Pesquisa divulgada na semana passada tem 2013 como ano base, mostrando o impacto da deterioração do cenário econômico para os municípios brasileiros

 

DSC_0468Foto: jornal ACONTECEU

 

São Mateus do Sul ocupa a 261ª posição no Paraná e 2117ª no país no Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) 2015, divulgado na semana passada, que tem 2013 como ano base. Considerada referência para o acompanhamento do desenvolvimento socioeconômico brasileiro, a pesquisa acompanha três áreas  — Emprego&Renda, Educação e Saúde —, utilizando-se exclusivamente de estatísticas públicas oficiais.

O índice varia de 0 a 1, sendo que, quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento. A capital do xisto obteve índice 0.6944, considerado desenvolvimento moderado (entre 0,6 e 0,8). O resultado representa declínio no comparativo com o ano anterior, quando obteve 0.7190, e foi a queda mais significativa desde o início da série histórica, em 2005.

O melhor resultado para São Mateus do Sul foi na área da Saúde, com IFDM 0.8329 (alto desenvolvimento). Na Educação, o desenvolvimento foi moderado, 0.7733. O pior resultado foi para Emprego&Renda, com índice 0.4768 (desenvolvimento regular).

Na microrregião, São João do Triunfo obteve IDHM 0.5931, enquanto Antonio Olinto alcançou 0.6803. Na região, as cidades com melhores resultados foram Irati (0.8049) e União da Vitória (0.8016). No Paraná, a liderança ficou com Maringá (0.8740) e no Brasil o primeiro lugar ficou com a mineira Extrema (0.9050), que saiu da 569ª colocação em 2005 para a primeira posição no ranking nacional na edição deste ano.

 

Estagnação nacional

A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que realiza o relatório anualmente, chama atenção para a deterioração do cenário econômico observada a partir de 2013 e seu impacto para os municípios. O IFDM Brasil atingiu 0,7441 pontos em 2013, mantendo-se praticamente estável frente ao ano anterior (+0,2%). Foi o menor avanço da nota brasileira desde o início de sua série histórica em 2005. “Esse resultado refletiu, sobretudo, o desempenho negativo do IFDM Emprego&Renda, que praticamente anulou o progresso observado nas áreas de Educação e Saúde, lembrando que as três áreas de desenvolvimento possuem pesos iguais”, destaca a Firjan. Em 2013, o IFDM Emprego&Renda recuou 4,3%, queda significativa que ofuscou as conquistas de Educação, cujo indicador cresceu 2,8%, e Saúde, que avançou 1,9%. A desaceleração do mercado de trabalho foi apontada como decisiva para frear o desenvolvimento socioeconômico.

 

Presente de grego

Os resultados do Índice Firjan 2015 trouxeram uma pequena marca à boa reputação que São Mateus do Sul vinha apresentando nas pesquisas de desenvolvimento divulgadas este ano. No Índice Firjan de Gestão Fiscal, promovido pela mesma Federação e divulgado em junho, São Mateus obteve a 13ª melhor colocação no Paraná e o 134º lugar no País. A cidade ainda obteve destaque no anuário As Melhores Cidades do Brasil, da revista Istoé, publicado em setembro, figurando na 17ª posição entre as melhores cidades brasileiras com menos de 50 mil habitantes. O estudo considerou os indicadores sociais, fiscais, econômicos e digitais. Presente de grego para fechar o ano.

 

Sem Título-1 Sem Título-2 Sem Título-3

 

Dados: Firjan

Comentários

Leia também:

Prefeito, vice e vereadores tomam posse em Antonio Olinto

Posse em Antonio Olinto

02 de janeiro de 2017

sem-titulo-1

Retrospectiva 2016

23 de dezembro de 2016