Projeto acende holofotes para a beleza de quem vive no campo

09 de setembro de 2016

Projeto “Beleza que vem do interior” propõe valorizar esses rostos e até ajudar a oportunizar uma carreira profissional

 

img_7720Fotos: Caroline Dídimo

 

Na ampla área rural de São Mateus do Sul escondem-se muitas belezas, que não se limitam apenas às belezas naturais, das paisagens e cenários bucólicos. A beleza está presente nos seus moradores, em gente que, não é porque vive em uma região mais afastada, que não deve mostrá-la. Deve é reconhecê-la. É com esse propósito que está tomando forma o projeto “Beleza que vem do interior”, que propõe valorizar esses rostos e até ajudar a oportunizar uma carreira profissional na área.

A iniciativa surgiu em um trabalho de responsabilidade social em comunidades rurais de São Mateus do Sul, conduzido pela psicóloga Zeli Lugarini, da Projel Engenharia, e abraçado pela empresária Nígia Gogola, da Maxi Leonigia. Em diálogo com grupos locais, identificou-se o potencial da beleza de jovens dessas comunidades, bem como o seu interesse em atuar nessa área. O pontapé inicial foi a realização de um ensaio fotográfico com duas dessas jovens, Sibele Krinski Stepniak, de 18 anos, e Kauane Aparecida dos Santos Wierczorkoski, de 16 anos, promovido no dia 27 de julho. Com roupas e acessórios cedidos pela Maxi Leonígia e produção da equipe Vita Spa e Salão de Beleza, elas foram clicadas pela fotógrafa Caroline Dídimo nas localidades de Dois Irmãos, Burrinho e Estiva.

Agora, de acordo a coordenação, durante o desenvolvimento desse projeto serão realizados ensaios, participações em eventos de moda no município e apresentações entre equipes profissionais de beleza. “O intuito é oportunizar a elas a realização desse sonho, de entrarem no mercado com segurança, reduzindo riscos de exposição e sem perder a identidade, mantendo as raízes”, explica Zeli.

Além disso, está prevista para o mês de novembro a realização de um evento na área rural. Um “esquadrão da moda” que vai levar conceitos de maquiagem, de moda, além de desfile, exposição e palestras voltadas também à autoestima. “Há tantas mulheres bonitas, naturalmente, as quais só é preciso investir na autoestima. A ideia é quebrar paradigmas, valorizar essas comunidades e acreditar na beleza”, destaca Nígia.

As fotos do primeiro ensaio estão expostas na vitrine da Maxi Leonigia e também podem ser conferidas na página da loja no Facebook. O desenvolvimento do projeto será acompanhado pelo ACONTECEU, que trará mais informações conforme o avanço das ações.

 

Comentários

Leia também:

Prefeito, vice e vereadores tomam posse em Antonio Olinto

Posse em Antonio Olinto

02 de janeiro de 2017

sem-titulo-1

Retrospectiva 2016

23 de dezembro de 2016