Pesquisa revela proporção de 1 cão para cada 4 pessoas em São Mateus do Sul

27 de novembro de 2015

Resultados de estudo populacional de cães e gatos na cidade foram divulgados esta semana pela Prefeitura; pesquisa vai nortear ações de controle populacional

 

DSC_0140Foto: jornal ACONTECEU

 

Com informações Assessoria PMSMS

São Mateus do Sul possui cerca de 6,5 mil cães e quase 1,7 mil gatos, de acordo com um estudo coordenado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) no município. A pesquisa foi encomendada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e integra o projeto de controle populacional de animais domésticos e em condição de rua que a Prefeitura vem desenvolvendo nos últimos meses.

Na tarde da última segunda (23), a Secretaria apresentou esses e outros dados relativos à pesquisa por amostragem realizada em agosto e que teve o objetivo de trazer informações mais precisas acerca da atual população de cães e gatos no município, e do comportamento da população em relação a isso. O estudo é o primeiro passo necessário para a definição de políticas públicas eficientes para o controle populacional desses animais, e envolveu servidores da prefeitura e cerca de 40 estudantes dos cursos de Medicina Veterinária da UFPR, da Universidade Tuiuti do Paraná (UTP) e das Faculdades Integradas do Vale do Iguaçu (Uniguaçu), além do curso técnico em Meio Ambiente do Colégio São Mateus.

Os resultados da pesquisa mostram que a situação na área urbana de São Mateus do Sul não é diferente da média das cidades brasileiras. A proporção estimada pela pesquisa é de um cão para cada quatro pessoas; e de um gato para cada 15 pessoas, aproximadamente. As regiões da vila Verde e da vila Bom Jesus concentram a maior quantidade de cães no município, com estimativa de mais de 500 cães em cada uma delas. Quanto aos gatos, as maiores populações registradas são na região central e vilas próximas. Na vila Pinheirinho, foi registrada a maior concentração de gatos de São Mateus do Sul, com um número estimado de mais de 200 animais.

“A situação do município não é crítica, e queremos colaborar para que seja possível ter controle sobre isso”, avalia o coordenador do estudo, Alexander Welker Biondo, da UFPR.

 

Ouvindo a população

A pesquisa levantou ainda a opinião da população sobre as formas de controle populacional de cães e gatos em São Mateus do Sul. A castração, a adoção e a educação para guarda responsável despontam como principais apostas da população para o controle populacional dos animais de rua e também dos animais domiciliados. 80% das pessoas acham que os cães com proprietários deveriam ser castrados. A porcentagem sobre para 93,5% quando o assunto é a castração de animais que vivem nas ruas.

“Esse é o primeiro passo para termos o controle populacional de cães e gatos em São Mateus do Sul”, disse o vice-prefeito, Clóvis Distéfano, que acompanhou a apresentação dos dados. “Estamos avançando. Não dá para trabalharmos sem uma base concreta de dados. Com esse estudo, passamos agora a discutir com a população medidas para que a situação do controle populacional de animais seja resolvida em nosso município”.

Comentários

Leia também:

Prefeito, vice e vereadores tomam posse em Antonio Olinto

Posse em Antonio Olinto

02 de janeiro de 2017

sem-titulo-1

Retrospectiva 2016

23 de dezembro de 2016