NDE realiza 15ª reunião com entidades empresariais

08 de julho de 2016

A importância da união, em prol de São Mateus do Sul, foi o principal ponto abordado por representantes de entidades locais

Sem-Título-1

Foto: CDL

 

Na última quinta-feira(30), o Núcleo de Desenvolvimento e Empreendedorismo de São Mateus do Sul (NDE) recebeu no auditório da CDL, convidados para uma reunião especial. Empreendedores, profissionais liberais, vereadores, pré-candidatos ao legislativo do município, representantes das mídias locais, diretores da CDL, ACIASMS estiveram no local para discutir assuntos relacionados ao futuro da cidade. A presidente da CDL e integrante do NDE, Ingrid Eliane Hoch Ulbrich, agradeceu a presença de todos e frisando a importância da união. “Estamos gratos pela sociedade civil organizada e agentes locais presentes para despontar o interesse mútuo em desenvolver o município, com atividades desenvolvidas ao longo dos últimos meses desde que surgiu a notícia de possível encerramento das atividades da SIX e que também serviu de impulso para a rápida mobilização e consequente criação do Núcleo de Desenvolvimento e Empreendedorismo”, disse Ingrid.
Com uma visão empreendedora e otimista, Ingrid lembrou que as reuniões são abertas e convidou todos a conhecerem os estudos que estão sendo desenvolvidos e juntaram-se aos demais integrantes, afim de trabalhar em prol da comunidade e fazer parte de um projeto que pode transformar o futuro da cidade.
Em seguida, Márcio Luis Staniszewski, vice-presidente da CDL e também integrante do NDE, assumiu palavra enfatizando a felicidade e importância de presenciar a sala cheia de pessoas com interesse em ver São Mateus do Sul crescer. Entusiasmado com a possibilidade de passar adiante a experiência vivida em Maringá, durante uma visita técnica em 9 de maio. Márcio explicou que há vinte anos aquela cidade encontrava-se em uma situação crítica, em relação a administração de recursos públicos e com baixos índices de crescimento econômico, quando surgiu o projeto “Repensando Maringá”, fruto de uma mobilização social que, 2 anos depois, criou o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (CODEM).
Com visão de futuro e preocupados em fazer o município crescer de forma organizada, o CODEM criou o projeto Maringá 2020. Cinco anos mais tarde, já com as metas praticamente atingidas, veio o Maringá 2030 e nos últimos anos, surgiu a necessidade de novamente planejar o futuro. Desta vez, profissionalizando ainda mais o processo, com a contratação de empresas de renome internacional, com um desafio ainda maior. O desenvolvimento do MasterPlan Maringá 2047 (quando a cidade completará 100 anos), um planejamento que contemplará o Plano Socioeconômico e o Físico Territorial possibilitando a implementação estratégica do MasterPlan e o constante avanço organizado do município.
Ainda durante a introdução, o vice-presidente da CDL lembrou que as iniciativas, tanto da criação do NDE, quanto do encontro da última quinta-feira, são totalmente apartidárias e com intuito único de pensar em uma São Mateus do Sul melhor para o futuro e que para isso é necessário trabalhar em conjunto com os administradores do município, independente de quem sejam a cada gestão que passar. Na sequência, os presentes assistiram ao vídeo institucional do CODEM, com entrevistas dos últimos presidentes do Conselho e também a um vídeo sobre o lançamento do MasterPlan, acontecido no início deste ano.
Edson Gislon Dacorégio, presidente da ACIASMS, frisou a importância da parceria das entidades e de movimentos como a reunião na CDL, relembrando a data de 15 de janeiro, como o dia em que membros de todos os setores da sociedade se viram frente a um grande problema e precisaram agir antes que o pior se consolidasse. Foi então que diversas reuniões com autoridades, empresários e representantes da SIX aconteceram de um lado, enquanto, simultaneamente, foi criado o NDE.
Já o vice-prefeito Clóvis Distéfano, informou que em recente conversa com o atual Gerente Geral da SIX Emanuel Eduardo Paula de Medeiros, foi feito o pedido de informar a população sobre os boatos da troca da gerência da unidade. Boatos que se espalharam por conta da intenção da empresa de fechar as portas, segundo ele, que está se mudando para a cidade com a família e pretende se estabelecer aqui, veio com a missão de fazer negócios e angariar mais recursos para conquistar uma SIX cada vez mais produtiva e rentável para o sistema Petrobrás, garantindo pleno funcionamento e nenhuma intenção de fechamento.
Ao final da reunião, houve espaço para que todos pudessem se manifestar, fazendo considerações, contando experiências e sugerindo próximas ações ou alternativas para que o NDE decole e o Master Planejamento de São Mateus do Sul faça parte de um futuro próximo, abraçado tanto por empresários e autoridades locais, quanto por todos os são-mateuenses.

Comentários

Leia também:

Prefeito, vice e vereadores tomam posse em Antonio Olinto

Posse em Antonio Olinto

02 de janeiro de 2017

sem-titulo-1

Retrospectiva 2016

23 de dezembro de 2016