Moradores da rua Antônio Bizinelli pressionam por asfaltamento

17 de outubro de 2014

Raio de ligação entre bairros em constante crescimento deve receber pavimentação parcial, segundo Prefeitura

805protesto

O clima, ora seco, ora de chuvas intensas, e o contínuo movimento de veículos leves e pesados, levantam poeira e formam buracos que tornam cada vez mais difícil o convívio com uma rua de importância fundamental, mas que carece de muita estrutura. Além das dificuldades para quem passa pelo trecho, quem mora em frente à rua Antônio Bizinelli desanima de abrir portas, janelas ou colocar roupas no varal. Apesar de ser fundamental raio de ligação à vila Amaral, Parque das Tamareiras, vila Americana e Colônia Iguaçu, falta pavimentação.

A reivindicação é antiga, e o fato de a região estar em amplo crescimento, como é o caso do Parque das Tamareiras, exibindo novos condomínios e conjuntos habitacionais, amplia a necessidade de asfaltamento. No dia 8 de outubro, os moradores levantaram mais cedo para protestar por providências. Às 6h, a rua foi fechada, na altura da Associação Polônica Marcelo Janowski (Cepom), com galhos queimados.

Ninguém quis se manifestar individualmente à redação do ACONTECEU, porém, a reclamação soou em coro — a situação é considerada por eles insustentável. A crítica ainda girou em torno do fato de haver um projeto para pavimentação parcial do trecho, enquanto a necessidade envolve toda a rua.

De acordo com a Secretaria Municipal de Obras Públicas, o projeto de fato existe, e abrange um trecho de 640 metros — da ponte, pouco antes das Tamareiras, até o Cepom, e a pretensão é, na sequência, iniciar uma nova etapa. “O projeto começou a ser trabalhado no ano passado e está pronto, com obra já licitada. Estamos aguardando liberação da Caixa Econômica Federal para dar a ordem de serviço, esperamos, até o mês de novembro. A segunda etapa, então, vai dar sequência do Cepom sentido Colônia Iguaçu, até cerca de cem metros após o acesso à vila Americana”, revela o secretário Albari Rodrigues da Rosa.

As manifestações continuaram na manhã desta quarta-feira (15), desta vez, reunindo os moradores da vila Amaral, que também se queixam das ruas não pavimentadas do bairro.

Fotos: jornal ACONTECEU

805protesto-Amaral

Comentários

Leia também:

Prefeito, vice e vereadores tomam posse em Antonio Olinto

Posse em Antonio Olinto

02 de janeiro de 2017

sem-titulo-1

Retrospectiva 2016

23 de dezembro de 2016