Jovem Kauane Padilha luta para não perder a visão

24 de junho de 2016

Sem condições financeiras para realizar procedimento corretivo, a moça conta com ajuda de voluntários

DSC_0010

Foto: jornal ACONTECEU

Há dois anos, Kauane Padilha, que nunca havia precisado de óculos, sentiu que algo diferente acontecia com sua visão. De repente, as imagens ficavam cada vez mais embaçadas e, aos poucos, sua vida tornou-se mais “escura”. Com dores de cabeça e a sensação de que tudo estava perdendo foco, a jovem procurou especialistas que constataram uma situação bem mais séria do que ela imaginava. “Me dei conta que estava perdendo a visão quando cobri o olho esquerdo com a mão e não consegui enxergar o rostinho da minha filha. Meu maior medo é não poder ver ela crescer”, conta Kauane, emocionada.
A moça sofre de um caso de Ceratocone, uma doença progressiva degenerativa na córnea. Ela já perdeu 98% da visão do olho direito e está com a vista esquerda comprometida. O tratamento para seu problema é um procedimento chamado Crosslinking e o Anel de Ferrara, técnica corretiva para a deformidade ocular causada pela doença. Cerca de 200 mil pacientes já foram submetidos a esse método de tratamento, no mundo todo e obtiveram sucesso. O valor estimado do procedimento é de 10 mil reais.
Aos 21 anos de idade, casada e com uma filha pequena, Kauane não pode trabalhar devido a sua condição. Sua família é humilde. Seu marido trabalha com serviços temporários, sem registro em carteira e eles não têm condições financeiras para pagar o procedimento. Porém, a jovem foi apadrinhada por um grupo solidário de São Mateus do Sul, os “Anjos de Plantão”, que está realizando ações para conseguir o dinheiro necessário.
O grupo vem formando um movimento, unindo forças para arrecadar fundos e itens para cidadãos necessitados ou enfermos. Esta organização de voluntários realizará um bingo em prol de Kauane no próximo domingo (26).
Os fundadores do Anjos de Plantão fizeram uma campanha nas redes sociais e pela cidade atingindo comerciantes que doaram diversos prêmios para ajudar no bingo. “Foram doações como furadeira, computador, bicicleta, vale combustível e muito mais. Ficamos satisfeitos com a solidariedade que foi despertada com a história da Kauane. Temos fé que conseguiremos os 10 mil e muito mais, para outras pessoas que precisam”, disse, Lucrécia Franco Stempinhaki, uma das organizadoras.
Confiante na ajuda dos amigos, Kauane já arrecadou mais de 3 mil reis, de outras ações feitas pelos Anjos e, apesar de ainda não ter todo o dinheiro, agendou seu procedimento corretivo para o final do próximo mês, o tratamento será realizado em Joinville.

Anjos ajudando anjos
Essa é a filosofia adotada pelo grupo, fundado há pouco mais de um ano. Essa confraria benfeitora vem crescendo de tal forma que pretende transforma-se em ONG. Segundo a integrante Priscila Vidal, seus trabalhos são baseados em noções básicas de amor ao próximo e repasse de ajuda material sem fins lucrativos. No caso de repasses financeiros, tudo é feito de maneira clara e com nota controlada. “Contamos com o auxílio de gente que se compadece com o problema do outro. Dizemos que cada pessoa ajudada é um anjo também, pois acabam dando uma forcinha em outros casos depois. Assim, geramos uma corrente do bem”, explica Priscila.

Entenda o que é Ceratocone
Doença ocular que se desenvolve, geralmente, na adolescência. Trata-se de um afinamento e deformação da córnea. A membrana toma formato conífero, de forma progressiva, causando miopia e astigmatismo acentuado. O não tratamento pode levar a perda total da visão com o passar do tempo.

Sintomas
Os portadores dessa doença relatam desconforto visual, dores de cabeça, extrema sensibilidade a luz e mudança constante no grau de lentes corretivas. Especialista afirmam que o diagnóstico é pior em casos mais precoces.

DSC_0014

Kauane, sua filhinha e os Anjos de Plantão  

 

Comentários

Leia também:

Prefeito, vice e vereadores tomam posse em Antonio Olinto

Posse em Antonio Olinto

02 de janeiro de 2017

sem-titulo-1

Retrospectiva 2016

23 de dezembro de 2016