Grupo quer implantar incubadora tecnológica em São Mateus do Sul

05 de agosto de 2016

Iniciativa permite incentivar e fomentar novos projetos de inovação, beneficiando empreendedores e o desenvolvimento econômico e social da cidade e região

 

DSC_8770Fotos: jornal ACONTECEU

 

Um encontro organizado pela Associação dos Amigos da Erva-Mate de São Mateus (IG-Mathe), na manhã de terça-feira (2), reuniu lideranças políticas e empresários e trouxe o professor Carlos Alberto do Nascimento, da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro/Guarapuava), para apresentar a ideia de formação de uma incubadora tecnológica em São Mateus do Sul. O objetivo é a formação de novos empreendimentos, o desenvolvimento econômico e social da cidade e região, além da transferência de tecnologia. Fazer surgir novas empresas, novos empregos, novas tecnologias e novos negócios por aqui.

O presidente do IG-Mathe, Ronaldo Toppel Filho, e o diretor de Cultura do município, Helinton Lugarini, comentaram sobre a ideia, que surgiu com a pretensão de potencializar a cadeia da erva-mate, mas não restringindo a apenas essa área. Para participar dessa incubadora como apoiador, segundo eles, não é necessário aporte financeiro, mas principalmente ideias.

Um dos responsáveis pela Incubadora Tecnológica de Guarapuava (Integ), o professor Carlos Alberto falou sobre o trabalho desenvolvido na universidade e que agora está sendo implantado também em Irati, unindo boas ideias ao suporte acadêmico, observando sua viabilidade. A possibilidade é de estimular a capacidade empreendedora da comunidade, criando condições de desenvolvimento de novas tecnologias. “Podemos verificar se o trabalho desenvolvido nas universidades ou ideias vindas da população são viáveis, têm mercado, trarão benefícios. Para deixar o romantismo de lado, aplicar metodologia e possibilitar que a ideia cresça na incubadora. Temos que ter uma ponte entre a universidade e o mercado. Essa ponte é a incubadora”. Segundo ele, a Integ recebe cerca de três ideias por dia, muitas que já existem e outras inviáveis, mas várias com potenciais de desenvolvimento.

O gestor de projetos do Sebrae, Fernando Pizani, explicou que os recursos vêm de parceria e editais de fomento, do Sebrae, Senai, Ministério da Ciência e Tecnologia, entre outros. Além disso, reiterou que os laboratórios da universidade e de outras universidades estarão disponíveis, contando com especialistas de quase todas as áreas do conhecimento. Mário Rafael Bendlin Calzavara, do Centro Internacional de Inovação Empreendedorismo e Capital Inovador do Senai, falou sobre a incubadora do Senai que funciona em Curitiba e apresentou diversas empresas de sucesso que saíram de lá.

O prefeito Clovis Ledur elogiou as tantas pessoas ali presentes pela preocupação com o desenvolvimento de São Mateus do Sul. “Temos que ter alicerces para que isso ocorra e a incubadora é fundamental, para criar alternativas para nossa cidade”. Também participaram do encontro os pré-candidatos a prefeito Clovis Distéfano e Luiz Adyr Gonçalves Pereira, além da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária (ACIASMS) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), que apoiam a ideia.

Os interessados participaram da ata de formação da incubadora, que toma forma a partir desta reunião.

 

 

A Integ

 

A Incubadora Tecnológica de Guarapuava (Integ/Unicentro) tem como finalidade apoiar a criação e o desenvolvimento de pequenas empresas de base tecnológica. Seu papel é o de oferecer total apoio, assistência e capacitação para pessoas com ideias inovadoras. Assim, proporciona aos empreendedores um ambiente favorável para o desenvolvimento de novas tecnologias, bem como mecanismos para fortalecer os empreendimento.

Comentários

Leia também:

Prefeito, vice e vereadores tomam posse em Antonio Olinto

Posse em Antonio Olinto

02 de janeiro de 2017

sem-titulo-1

Retrospectiva 2016

23 de dezembro de 2016