Formalizada destinação de mais cinco áreas do Distrito Industrial para empresas locais

12 de dezembro de 2014

Projeto foi apresentado à Câmara de Vereadores pelo secretário de Indústria e Comércio, Renato Possebon; ele falou também sobre pavimentação do trecho e importância da chegada da rede de gás natural à cidade

807lixão4

Antes do início da sessão ordinária da Câmara de Vereadores desta segunda-feira (8), os presentes acompanharam a apresentação do projeto de cessão de mais cinco áreas do Distrito Industrial para instalação de empresas no município. As empresas foram selecionadas em cadastro da Prefeitura e, após votação do Legislativo, poderão providenciar a instalação, junto de outras sete empresas recentemente contempladas.

Segundo Possebon, tratam-se de empresários já estabelecidos em São Mateus do Sul, que pretendem ampliar sua empresa, e estão prontos para investir na nova área. “Com estas empresas, encerra-se a área disponível no loteamento industrial em condições de doação. Existe um remanescente que é a área do depósito de entulhos, que dependemos de análise e avaliação quanto à descontaminação e retirada do material, para posterior disponibilização para doação, se for o caso”, informa.

Ainda na ocasião, o secretário informou que a Prefeitura finalizou o projeto de pavimentação asfáltica da rua do Distrito Industrial, para atender à demanda de melhor infraestrutura logística, restando a busca por recursos para sua realização, junto a parceiros públicos e privados.

São as empresas contempladas: Pedro Nilo Garcia e Cia Ltda, Aliança Pré-Moldado, Antides Francisco de Souza (Universal Vidros e Acabamentos), Elídio Cagol – ME e V.C. Bomfim – Móveis e Decorações.

 Falta de energia afasta empresa

Durante apresentação do projeto à Câmara, o secretário de Indústria e Comércio ressaltou a importância de apoiar empresas locais, que, crescendo, geram mais empregos e impostos. Mas considerou a falta de opções de energia um entrave para a vinda de empresas de fora. Recentemente, a Cerâmica Portobelo cogitou se instalar em São Mateus, mas acabou seguindo para Balsa Nova, por causa da disponibilidade de gás natural naquela cidade. Do porte da Incepa e trabalhando na mesma linha, a Portobelo poderia dar início aqui a um polo cerâmico, se houvesse a referida energia.

A extensão da rede de gasoduto da Companhia Paranaense de Gás (Compagas) para São Mateus vem se mostrando um interesse comum entre a empresa e o município, projeto que deve se desenvolver em 2015.

Fotos: jornal ACONTECEU

DSC_0144

Comentários

Leia também:

Prefeito, vice e vereadores tomam posse em Antonio Olinto

Posse em Antonio Olinto

02 de janeiro de 2017

sem-titulo-1

Retrospectiva 2016

23 de dezembro de 2016