Casa de Passagem São Vicente de Paulo precisa de auxílio; saiba como ajudar

11 de novembro de 2016

Entidade oferece pernoite e alimentação e se mantém a partir de doações

 

dsc_0055Entidade oferece pernoite e também refeições a quem precisa (fotos: jornal ACONTECEU)

 

Desde que foi inaugurada, a Casa de Passagem São Vicente de Paulo vem sendo de grande auxílio para quem precisa pernoitar na cidade de São Mateus do Sul mas não tem condições de pagar por uma hospedagem, e também para moradores de rua que conseguem refeições pela manhã e à noite. Conduzida por uma diretoria voluntária, a entidade tem como norte a solidariedade — é solidária pelo trabalho que exerce, mas também sobrevive a partir da solidariedade da comunidade. E a Casa de Passagem precisa de auxílio.

A entidade é voltada principalmente para atender à grande demanda de pessoas que moram em localidades distantes do centro e necessitam de tratamento médico em outras cidades, dependendo do transporte municipal. Como o veículo da assistência sai ainda de madrugada, elas podem pernoitar na Casa de Passagem, tomar banho, jantar e tomar o café da manhã antes de viajar. E assim como o fluxo na pernoite tem crescido, aumentou também o número de moradores de rua que recebem café da manhã e jantar oferecido pela Casa — hoje, são oferecidas entre 35 e 40 refeições por dia.

Toda a diretoria da Casa de Passagem é voluntária, havendo apenas duas funcionárias contratadas, pagas pela Prefeitura. A Paróquia São Mateus cede o espaço físico e arca com luz e água. O restante dos serviços e manutenção são mantidos por doações — há empresas e pessoas físicas, por exemplo, que doam carnes, pães e verduras, ou doaram itens para equipar a estrutura, como móveis e cobertores. A grande demanda, no entanto, exige mais colaboração. “Principalmente alimentos”, comenta a presidente Ivone Nadolny. “Com essa crise, as contribuições diminuíram, mas é justamente nesse momento em que esses serviços são mais necessários”.

Além de alimentos, podem ser doados itens como os já citados, e também materiais de limpeza, de higiene, roupas de cama e de banho ou mesmo contribuições em dinheiro. Atualmente, a entidade também está precisando de cadeiras e de um computador para o controle mais eficiente.

Os voluntários garantem que todo o esforço e contribuição valem a pena, pelo bem que esse serviço representa para a comunidade. “Receber um agradecimento de alguém que foi bem acolhido, que teve atenção, motiva a todos nós. Ficamos felizes em fazer esse serviço”, relata Nilza Borges, também da diretoria.

 

 

Contatos para doações ou mais informações:

8836 1050 / 3532 1966 – Ivone Nadolny (presidente)

8802 6805 – Elizia Brasil (vice-presidente)

3532 2255 / 8826 2588 – Nilza Borges (2ª secretária)

A Casa de Passagem fica na Rua Paulino Vaz da Silva, embaixo do Salão Paroquial da Igreja Matriz São Mateus. Quem tiver interesse em conhecer o serviço pode visitar a entidade, aberta diariamente às 19h.

Comentários

Leia também:

Prefeito, vice e vereadores tomam posse em Antonio Olinto

Posse em Antonio Olinto

02 de janeiro de 2017

sem-titulo-1

Retrospectiva 2016

23 de dezembro de 2016