Aprovada revisão salarial do funcionalismo público

03 de junho de 2016

Não foi definido reajuste, mas reposição de 9,6% dividida em três partes

 

Foi determinado o valor e a forma de pagamento da revisão salarial do funcionalismo público de São Mateus do Sul. Com dificuldades financeiras e estourando o limite máximo de gasto com pessoal, o município buscou um consenso com o Sindiservidores, que já foi aprovado na Câmara em sessões extraordinárias nos dias 24 e 25 de maio.

O valor ficou definido em 9,6%, mas não representa um aumento salarial efetivo. “O que ocorrerá não é um reajuste, mas a reposição salarial pelos índices estabelecidos pelo governo federal”, explica o secretário de Finanças, Dejair de Jesus Padilha. O pagamento ainda ocorrerá em três partes: 3% agora em maio, retroativo a abril, que é a data-base; outros 3% entrarão em setembro; e o restante de 3,6%, em dezembro. Segundo Dejair, a reposição dessa maneira está dentro da condição atual da Prefeitura. “É a maneira que se encontrou para que os servidores sejam menos penalizados. Haverá uma pequena perda, mas assim evitamos uma perda maior ainda”.

Com essa reposição, o comprometimento da receita com a folha de pagamento chega muito próximo do limite, mas dentro da lei que permite incorporar reposições salariais. Caso fosse reajuste de salário, não poderia chegar a esse extremo. Por conta disso, também, a Prefeitura teve de cortar as horas-extras e está negociando com o Sindicato esse corte e para aqueles cargos cujas horas-extras são imprescindíveis, devendo ocorrer um banco de horas.

Comentários

Leia também:

Prefeito, vice e vereadores tomam posse em Antonio Olinto

Posse em Antonio Olinto

02 de janeiro de 2017

sem-titulo-1

Retrospectiva 2016

23 de dezembro de 2016