Última muda remanescente do Carvalho do Unbenau é plantada no Colégio Estadual São Mateus

17 de junho de 2016

Gesto foi homenagem a Francisco Caminski, incentivador da cultura polonesa e que lecionou na instituição

DSC_0340

Foto: jornal ACONTECEU

 

A última muda remanescente do Carvalho do Unbenau, um dos símbolos da imigração polonesa em São Mateus do Sul, ganhou um endereço. A árvore foi plantada no pátio do Colégio Estadual São Mateus, na tarde de sábado (11), em cerimônia que homenageou a memória de Francisco Caminski, incentivador da cultura polonesa e que lecionou na instituição.
A muda foi doada pelo aposentado João Maria Guimarães, que, admirado com a beleza e singularidade da árvore polonesa, resgatou sementes do carvalho centenário da Praça Alvir Sérgio Licheski, antes que ele tombasse, em 2011, permitindo a continuação dessa história. As mudas foram plantadas em várias praças e espaços públicos do município e a última permanecia em seu quintal, na vila Amaral. Ela seria levada a Passo Fundo (RS), em homenagem aos poloneses que lá se instalaram, mas acabou ficando em São Mateus do Sul como gesto de homenagem à Caminski.
Na ocasião do plantio, a diretora do Colégio São Mateus, Telma Staniszewski, atribuiu a ideia da homenagem a José Carlos Janowski e afirmou que a árvore será bem cuidada, ainda mais pelo que representa. “Esta árvore lembra a resistência e perseverança dos poloneses ao se instalarem aqui e transformarem esta terra num novo lar”.
Representando o prefeito Clovis Ledur, o vice Clóvis Distéfano ressaltou quanto à preservação da cultura e história local, assim como seus personagens. “Precisamos cada vez mais preservar e cultuar a nossa história, preservar nosso município. O plantio desse carvalho tem grande importância para a cidade, por tudo que Caminski representou”.
O presidente da Fundação Cultural, José Carlos Janowski, representando também a Braspol, ressaltou a trajetória de Caminski nas causas sociais e culturais e disse que a singularidade do carvalho representa bem o amigo, e o que ele representa para a comunidade. “É uma homenagem para alguém que não vai ser fácil esquecer”.
Filha do homenageado e também professora, Maria do Rocio Caminski agradeceu a iniciativa e o carinho de todos. “Ele tinha um olhar diferenciado perante o passado e o futuro na maioria das áreas, e sempre se preocupou muito com o meio ambiente. É uma grande lembrança”.

 

O carvalho

O Carvalho do Unbenau foi considerado um marco histórico da colonização polonesa no município de São Mateus do Sul. Conforme dados não-oficiais, o pé teria sido plantado pelo imigrante polonês João Puchalski, por volta do ano 1892, após ter sido trazido por ele de sua terra natal. A árvore tornou-se importante para a comunidade de São Mateus do Sul por perpetuar referências históricas, enaltecendo o passado dos pioneiros poloneses.

Comentários