Produtor local investe em silagem pré-secada

17 de outubro de 2014

Produção é novidade no município e se tornou interessante para períodos de escassez de pastagens

DSC_0228

Os fardos de pré-secado espalhados pelos campos da Fazenda Angelita formaram uma nova e curiosa paisagem em um dos locais mais conhecidos que compõem o amplo interior são-mateuense. O material é resultado de uma produção considerada nova na cidade, mas uma opção de investimento interessante.

A silagem de pré-secado consiste no processo de conservação do azevém, forrageira que serve como alimento animal principalmente no período de escassez de pastagens. “É um produto de ótimo valor nutritivo e de boa palatividade, podendo alimentar ovinos, equinos e bovinos de corte e leite”, explica o produtor Luiz Felipe Eweling, que iniciou este ano a produção na cidade, em parceria com a Fazenda Angelita.

O processo consiste no corte do azevém, desidratação do material, enleiramento (elaboração do feno), enfardamento e plastificação. Segundo Luiz Felipe, em todo o processo são utilizados cinco equipamentos acoplados em tratores — segadeira, mexedor, enleirador, enfardadeira e plastificador —, todos importados da França.

Iniciativa considerada interessante para o produtor, e uma boa oportunidade para época, principalmente em uma região cuja agropecuária é tão determinante. “Nosso produto é comercializado não somente na região de São Mateus do Sul, mas também cidades ao redor e até mesmo nos estados de São Paulo e Santa Catarina”, revela.

Fotos: jornal ACONTECEU

805SILAGEM

Comentários