Polícia Ambiental apreende 700 metros de redes no Iguaçu

26 de setembro de 2014

Untitled-1

O Batalhão de Polícia Ambiental (Força Verde) da Lapa realizou, nos últimos dias, patrulhamento aquático no rio Iguaçu entre os municípios de Porto Amazonas, Lapa e São João do Triunfo, para prevenção e repressão à pesca e caça predatória, e apreendeu cerca de 700 metros de rede de diversas malhas armadas no leito do rio, não sendo localizados os suspeitos.

Quem for flagrado pescando com materiais proibidos será responsabilizado criminalmente, sob pena de um a três anos de detenção, podendo ser acrescentado uma multa de R$ 700 a R$ 100 mil, com acréscimo de R$ 10 por quilo do produto pescado.

De acordo com a Polícia Ambiental, os materiais permitidos para pesca amadora (aquela praticada com a finalidade de lazer, sendo proibida a venda do peixe), são linha de mão, puçá, caniço simples, vara com carretilha/molinete, anzol simples com isca natural ou anzol múltiplo com isca artificial. Fora os mencionados, são considerados materiais predatórios. Vale ressaltar que, mesmo para pesca amadora, a pesca embarcada deve ter licença de pesca amadora fornecida pelo Ibama, encontrada no site www.ibama.gov.br.

Denúncias referentes a crimes ambientais podem ser feitas diretamente ao 4ª Pelotão de Policia Ambiental Força Verde (Lapa) ou pelo telefone (41) 3622 7691.

 

Comentários